Corintiano, ex-atacante Jonas faz elogios a Jorge Jesus e afirma ter recebido propostas de Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Grêmio

Revelado pelo Guarani e com sucesso no Tricolor Gaúcho, artilheiro diz que Benfica foi o principal clube de sua carreira

Patrick Monteiro
Repórter do Torcedores com passagens por: jornal O Fluminense (Niterói/RJ) e diário Lance. Comentarista e narrador na extinta Rádio Fluminense AM 540, onde apresentou os programas "Futebol Internacional" e "Jornada Esportiva". Ex-colunista do site Chelsea Brasil. Cobriu, in loco, a Copa do Mundo FIFA 2014, incluindo a grande final (Alemanha x Argentina), entre outros eventos, como Rio Open de tênis, Copa Brasil de Vela e Conmebol Libertadores.

Crédito: Reprodução/Desimpedidos

Convidado do canal de YouTube “Desimpedidos”, o ex-jogador Jonas relembrou a carreira que começou no Guarani e terminou no Benfica. Ele declarou que, “sem dúvida”, o clube português foi o mais importante de sua trajetória no futebol, contou que recebeu várias propostas de clubes brasileiros e elogiou o técnico Jorge Jesus, com quem trabalhou entre 2014 a 2015.  

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“Foram cinco anos maravilhosos, de muito respeito e carinho”, recordou o ex-atacante sobre o período em Portugal. 

A cada fim de temporada no Brasil, eram comuns as especulações em torno de um eventual retorno dele ao País. De acordo com Jonas, de fato, grandes clubes nacionais buscaram sua contratação, entretanto sem sucesso.  

Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Grêmio Mas, eu dizia que estava feliz no Benfica. Em cinco anos no Benfica, só uma vez invadiram o centro de treinamento e a conversa foi tão educada…”, contou o ex-atleta de 35 anos, que chegou ao Estádio da Luz em 2014, depois que o atual comandante do Flamengo o tirou da Espanha, onde jogava pelo Valencia. 

“Jorge Jesus pediu a minha contratação, juntamente com o Rui Costa. O meu primeiro ano com ele foi muito bom. Para mim, é um treinador que está entre os melhores… Exigente, detalhista. O treino é às 9h, ele chega às 6h da manhã no CT e vai embora às 6h da tarde. Muito gente boa”, afirmou o artilheiro revelado pelo Bugre e que vestiu também as camisas de Santos, Grêmio e Portuguesa. 

Questionado sobre se o Tricolor Gaúcho foi o time brasileiro pelo qual teve mais “identificação”, o ex-atacante respondeu positivamente, porém ressaltou ter um sentimento especial também pelas demais equipes por onde passou:”Talvez, identificação sim, pelos resultados. Mas eu tenho um carinho por todos: Guarani, Santos, Portuguesa e Grêmio. Carinho com todos, identificação Grêmio”, enfatizou, depois de declarar ser torcedor do Corinthians. Em julho de 2019, Jonas anunciou sua aposentadoria do futebol, aos 35 anos de idade, quando ainda atuava pelos encarnados.

 

Leia também:

Atacante do Al-Hilal, Gomis elogia Jesus e faz revelação sobre o Fla: “Tinha um uniforme do clube quando era criança”

Mercado da Bola: CSA anuncia a contratação de atacante revelado pelo Corinthians

Jurgen Klopp renova contrato com o Liverpool até 2024