Cruzeiro: Empresários deverão formar time de gestores do clube com saída de presidente

Raposa vem acertando detalhes finais da renúncia do presidente Wagner Pires de Sá e sua diretoria

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O Cruzeiro deve mesmo passar por mudanças em sua diretoria nos próximos dias. Segundo o Globoesporte.com, o clube já vem nas tratativas finais do acordo que definirá a renúncia do presidente Wagner Pires de Sá e dos vice-presidentes Hermínio Lemos e Ronaldo Granata.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

As tratativas estão na parte em que toda a documentação na qual a renúncia acontecerá está sendo feita. O planejamento é de que um grupo de gestores, formados por cinco membros, entre eles conselheiros e empresários, comande o clube até que eleições sejam realizadas.

O único obstáculo para a renúncia fora vencido, com a concordância de Granata em renunciar a seu cargo de vice. O conselho gestor que o Cruzeiro quer implementar tem três nomes já confirmados: os empresários Pedro Lourenço, Emílio Brandi e Aquiles Diniz, este último sem contribuição direta com o grupo no momento.

O termo de ajuste para confirmar a mudança na direção da Raposa deve ser confirmado nas próximas horas pelo clube, com a definição dos nomes restantes que comporão o Conselho Gestor.

LEIA MAIS

Empresário cobra mais de R$ 300 mil do Cruzeiro referentes a comissão de zagueiro equatoriano

Pedro Lourenço promete mudanças drásticas no Cruzeiro caso atual presidente e vice deixem o clube

(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)