Torcedores – Notícias Esportivas

Mudança de perfil, técnicos estrangeiros e mais: o que esperar do Mercado da Bola em 2020?

Flamengo “força” mudança de perfil e mercado promete ser diferente para 2020

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Arte/Torcedores.com

O mercado do futebol promete mudar para o ano que vem, especialmente nos clubes que irão até ele para grandes contratações e pelo perfil buscado de jogadores e treinadores para 2020.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O que se sabe é que o sucesso do Flamengo provocará mudanças nos estilos dos times para a próxima temporada. A tendência é que outros treinadores estrangeiros cheguem, assim como atletas que possam cumprir funções mais ofensivas e polivalentes em campo.

Veja abaixo como está o mercado da bola para 2020 até então.

Mercado de técnicos
Se no ano passado a busca por treinador era seguindo um modelo que deu certo no Palmeiras, de um medalhão que conseguiu dar moral para o grupo e chegou ao título brasileiro, o 2020 será totalmente o oposto.

Por “culpa” de Flamengo e Santos, com Jesus e Sampaoli, os clubes brasileiros estão cada vez mais atrás de treinadores com DNA ofensivo e, se possível, estrangeiros.

O Internacional, por exemplo, foi buscar o argentino Eduardo Coudet, ex-Racing, para treinar a equipe no ano que vem. O próprio Palmeiras deve atuar no mesmo modelo e buscar um nome semelhante, visto que fala-se no próprio Jorge Sampaoli. Além dos dois, o Atlético-MG pode ter o técnico Miguel Ángel Ramírez, espanhol campeão da Sul-Americana com o Del Valle, para o ano que vem.

O Corinthians ficou no Brasil, mas será treinado por um técnico com forma semelhante de trabalho, o ex-athleticano Tiago Nunes.

E no campo?
Em busca de reestruturação e no primeiro ano realmente endinheirado, o Flamengo foi às compras no fim de 2018 para a temporada 2019 e acertou em cheio.

A equipe formou, para muitos, o melhor time dos últimos anos no futebol brasileiro e conquistou Carioca, Brasileiro, Libertadores, além de estar na disputa do Mundial.

Com o time pronto, a tendência é que o Flamengo não vá às compras na mesma potência e procure apenas substitutos pontuais e renovações. Gabigol é o grande nome para o ano que vem, mas caso não fique deve ter um nome à altura chegando.

Diferentemente do ano passado, quando passou exatamente pelo que passa o Flamengo, o Palmeiras deve ir ao mercado da bola e contratar para 2020. A equipe deve passar por uma grande reformulação visando uma mudança no estilo de jogo.

Quem deve mudar em relação ao ano passado é o Corinthians, que contratou várias peças a custo zero, mas que dessa vez deve fazer investimentos pontuais para o elenco.

O São Paulo contratou medalhões na metade do ano e deve seguir com os mesmos nomes para 2020, indo ao mercado de forma parecida com o Corinthians.

Além do Palmeiras, quem deve investir?
O Cruzeiro depende muito das últimas rodadas do Brasileirão para saber o nível de investimento que fará. Porém, o que se sabe, é que boa parte dos medalhões do elenco sairá para o ano que vem. Quem puxa a fila é Thiago Neves, um dos maiores salários do clube e que já está afastado pela diretoria.

O Atlético-MG deve passar por situação parecida e mudar boa parte de suas peças para a próxima temporada, visto que alguns nomes conhecidos da torcida podem sair.

No Sul, o Grêmio deve manter a base do time de Renato Gaúcho, que mantém sintonia com o elenco e deve seguir o trabalho para o ano que vem.

Especulações

Internacional: Yimmi Chará (Atlético-MG) e Renzo Saravia (Porto) seriam pedidos de Coudet para 2020. Juan Alano, promessa do Coritiba, também pode pintar no Beira-Rio. Guerrero pode ir para o Boca Juniors.
Grêmio: O nome que pinta até o momento nas especulações da equipe é Raphael Veiga (Palmeiras).
Atlético-MG: Além do Inter, o Atlético também está de olho em Alano, do Coritiba.
Corinthians: Tiago Nunes trabalha com alguns nomes enviados para a diretoria para o ano que vem. São eles: Marcelo Cirino (Athletico), Sidcley (Dinamo de Kiev), Jorge (Monaco/Santos), Caio Henrique (Fluminense/Atlético de Madrid) e o principal deles, Luan (Grêmio).
Palmeiras: Apesar da iminente reformulação no campo, a busca da equipe é por um treinador. O nome forte é Sampaoli.
Flamengo: A diretorias quer manter Gabigol para 2020, mas sonda nomes fortes para a camisa 9 caso o artilheiro não fique. O sonho da torcida é Diego Costa, do Atlético de Madrid.

Leia mais:
Jornalista diz que Flamengo “copiou” Palmeiras no início do ano, mudou e estabeleceu “padrão” que clube paulista tenta seguir