Mesut Özil é retirado do eFootball PES 2020 na China; entenda

Mesut Özil criticou o governo chinês pelo tratamento contra os uigures

Pietro Cardoso
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Twitter

O alemão Mesut Özil se envolveu em mais uma polêmica ao criticar o tratamento do governo chinês com os muçulmanos na etnia uigur. Por conta disso, o camisa 10 do Arsenal foi removido de todas as versões chinesas do eFootball PES 2020.

Sabe quem são o melhores jogadores do PES 20? Clique aqui para saber

De acordo com a NetEase, publicadora do game na China, o Özil “feriu os sentimentos dos torcedores chineses e violou o espírito esportivo de amor e paz” (via Evening Standard). Além disso, a TV estatal chinesa retirou a exibição do jogo do Arsenal contra o Manchester City no fim de semana.

Juntamente das críticas ao governo chinês, Mesut Özil indagou contra o silêncio das nações e comunidades muçulmanas em postagem no Twitter.

A postagem do meio-campista aconteceu após relatórios dos grupos de direitos humanos alegarem que cerca de 1 milhão de pessoas estavam sendo mantidas em campos de prisão contra sua vontade na região de Xinjiang, na China.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

A nova edição do simulador de futebol da Konami tem um foco maior no competitivo; o nome foi alterado para eFootball PES 2020.

PES 20, lançado no começo de setembro, está disponível nas plataformas PlayStation 4, Xbox One e PC.

LEIA MAIS