Marcelo Odebrecht diz que empresa “perdeu muito dinheiro no ‘Itaquerão'”

Preso por dois anos após a Operação Lava Jato, engenheiro responsabilizou estádio do Corinthians por parte do prejuízo

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução / Facebook Oficial Arena Corinthians

O engenheiro Marcelo Odebrecht, um dos responsáveis pela empresa homônima, preso por dois anos após a Operação Lava Jato, disse que o ‘Itaquerão’, como é chamada pejorativamente a Arena Corinthians, gerou muito prejuízo à Odebrecht.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em entrevista ao jornal O Globo, Marcelo citou o estádio do Corinthians como uma das coisas mais negativas da gestão da empreiteira desde 2010.

“A maior parte do nosso crescimento e diversificação era sustentável: a internacionalização da companhia que vinha desde os anos 1980, a Braskem, óleo e gás… Mas nos aventuramos no setor de etanol a pedido do governo, e tivemos muito prejuízo, assim como no estaleiro na Bahia”, disse inicialmente o engenheiro.

“O estádio do ‘Itaquerão’ foi uma dessas missões em que perdemos muito dinheiro.”

O Corinthians ainda precisa terminar de pagar a Arena. O débito do clube paulista com a Odebrecht já foi parcialmente pago, sendo a maior parte do montante restante com a Caixa, que já executou a dívida.

Leia mais:
Mercado da bola: saiba a data de abertura e fechamento da próxima janela de transferências dos principais campeonatos

Operação em MG leva seis membros de torcidas organizadas do Cruzeiro à prisão