Rafael, do São José, fala sobre derrota contra o Mogi no NBB

Após ficar na frente durante o primeiro tempo, a equipe do São José viu o Mogi crescer em casa e vencer no NBB. O ala/pivô falou sobre a sequência do time

Matheus Ornellas
Colaborador do Torcedores.com que cobre os esportes americanos.

Crédito: Divulgação São José

No último sábado (28), a equipe do São José encarou o Mogi, fora de casa, em partida válida pela última rodada do primeiro turno do Novo Basquete Brasil (NBB). Após a derrota pelo placar de 85 a 78, o Ala e Pivô Rafael de Oliveira falou com o Torcedores.com. O jogador de 26 anos do time de São José reconheceu a qualidade de seu adversário, mas apontou os erros do time no ataque, que foram cruciais para o revés no NBB.

NBB de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Dificuldades durante a partida

Os visitantes conseguiram ficar na frente do marcador em alguns momentos da partida, principalmente nos dois primeiros quartos. Segundo o jogador, os problemas começaram na segunda etapa. ” A gente teve um primeiro tempo equilibrado, conseguindo anular alguns pontos fortes da equipe do Mogi. Infelizmente o time não conseguiu manter isso. Chegamos a perder 7 ataques que poderíamos encostar no placar e não aproveitamos nenhum deles”, comentou o Ala.

Rafael reconheceu a qualidade da equipe do Mogi, que terminou o primeiro turno do NBB com a quarta posição. Ele apontou a qualidade técnica de tática do adversário, além da dificuldade de achar erros que o São José pudesse explorar. Ele lamentou dizendo que: ” Nós precisávamos jogar em cima do erro deles. Infelizmente o time não conseguiu achar esses buracos, enquanto eles conseguiram anular nossos pontos fortes e sair com a vitória.

Sequência do São José no NBB

Ficando com a 14 posição com o final do primeiro turno do Novo Basquete Brasil, o time do interior de São Paulo fica de fora do Super 8. Com isso, a equipe terá até o dia 14 de janeiro para descansar e se preparar para o Corinthians. O jogador do São José encerrou a entrevista falando sobre isso. “Temos que analisar as derrotas, principalmente. O time tem muitos pontos a corrigir, mas também temos coisas positivas que precisamos manter”, finalizou.

LEIA MAIS

São Paulo bate Pato Basquete e volta a vencer em casa no NBB

Mogi tem ótimo segundo tempo e bate São José no NBB

Fischer se emociona ao falar sobre o Flamengo: “Só queria terminar o jogo com saúde”