Raoni Barcelos tem apoio do pai e mostra confiança para o UFC Busan

Brasileiro terá pela frente russo Said Nurmagomedov em duelo na Coreia do Sul, dia 21

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/UFC

O UFC Busan será o card que encerra a temporada 2019 do Ultimate, na Coreia do Sul, no próximo dia 21. Uma das atrações do evento será a presença do brasileiro Raoni Barcelos, que terá pela frente o russo Said Nurmagomedov no card.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

A luta já fora marcada por outras duas oportunidades, mas ambas acabaram canceladas. Agora, Raoni quer compensar estes problemas com um bom duelo para sonhar com postos mais altos do ranking.

“Com certeza, é a terceira vez que esta luta é casa. Já fizemos o camp para nos enfrentar e agora é hora de resolver isso logo. O Said é um grande atleta, adversário muito perigoso, que respeito muito, mas estou pronto para vencê-lo”, afirmou em conversa com o Torcedores.com

“Teremos algumas surpresas para ele, com certeza. Como disse, será nosso terceiro camp para a luta. Então, ele me estudou bem e eu também fiz isso com ele. Vai ganhar quem surpreender mais o outro, porque nos conhecemos bem”, completou Raoni.

No evento, o brasileiro afirmou não sentir pressão alguma por um bom resultado que o leve a ter a chance de brigar por postos mais altos do ranking. Para isto, tem a ajuda do pai, Laerte Barcelos, no camp para o duelo no UFC Busan.

“Meu pai é meu mestre, meu heroi, Nem me imagino lutando sem a presença dele no camp, na luta. É ele quem me direciona junto com o Pedro Rizzo. Não terei pressão alguma, eu o Said temos carteis parecidos, estamos invictos no UFC. Então, quem vai ganhar com isso é o evento e os fãs. Tenho certeza de que terão uma grande luta no dia 21. “, disse Raoni Barcelos.

LEIA MAIS

Colby Covington diz que não quer Dana White lhe colocando cinturão

Amanda Nunes quer defender cinturão dos penas após luta no UFC 245

(Crédito da foto: Divulgação/UFC)