Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Sampaoli diz que não pediu demissão do Santos, cobra provas e quer distância de Peres

Jorge Sampaoli não é mais técnico do Santos

Matheus Henrique Vieira Ramos
Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

Em entrevista ao Lance!, o treinador Jorge Sampaoli negou que pediu demissão do Santos, cobrou provas documentadas e avisou que quer ficar longe do presidente José Carlos Peres.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

“Sim, não me demiti oficialmente. Essa é a verdade. O clube tem que ser responsável e mostrar documentação da demissão. Agora eu estou seguro de que vou sair. Quero ficar longe deste senhor (José Carlos Peres)”, explicou o treinador argentino.

O Peixe, porém, garante ter provas que Sampaoli pediu demissão. Segundo o Lance!, a multa rescisória do treinador é de R$ 10 milhões, enquanto do restante da comissão técnica do argentino está avaliada em R$ 3 milhões.

Em nota oficial divulgada na noite da última terça-feira, o Peixe comunicou o pedido de demissão de Sampaoli e ainda informou que o caso “foi entregue aos departamentos jurídico e de recursos humanos”.

Jorge Sampaoli comandou o Santos em 65 jogos, com 35 vitórias, 15 empates e 15 derrotas. Apesar de não ter conquistado nenhum título, ele caiu nas graças da torcida, que na última rodada do Brasileirão contra o Flamengo, domingo, na Vila Belmiro, gritou pedindo sua permanência no clube.

Sem Sampaoli, o Alvinegro Praiano já pensa na contratação de um novo treinador, que deve ser novamente um estrangeiro. Sampaoli, por sua vez, está na mira do Palmeiras.

LEIA MAIS:

Enquete: quem deve ser o novo técnico do Peixe? Vote!

Santos comunica pedido de demissão do treinador Jorge Sampaoli

Mercado da bola: Grêmio mira a contratação de Victor Ferraz, do Santos

As melhores notícias de esportes, direto para você