Valdivia fala de Sampaoli no Palmeiras e sobre possível retornou ao Verdão: “Todo mundo gostaria”

Com a demissão de Mano Menezes, o Palmeiras tem o nome ligado ao treinador do Santos

Rogério Araujo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Cesar Greco/Agência Palmeiras

O meia Valdivia comentou sobre uma possível ida do técnico Jorge Sampaoli para o Palmeiras. O treinador do Santos é especulado para assumir o lugar do demitido Mano Menezes.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Valdivia elogiou muito o treinador, que foi campeão da Copa América com ele pela seleção chilena em 2015.

“Eu sempre falei que ele é um dos melhores com quem eu trabalhei. Nesta lista tem Luxemburgo, Bielsa e Pablo Guede, treinador que eu conheci no Colo-Colo. O Sampaoli é um cara que trabalha muito, detalhista, profissional. Sabe lidar com pressão, afrontar uma situação difícil, como convencer o jogador a jogar do jeito que ele quer. Além de ele trabalhar bem, é também uma pessoa que pode trocar uma ideia com o jogador. Ele está levando o Santos para Libertadores e agora está sendo cogitado por vocês, imprensa, para assumir o Palmeiras, disse ao Globoesporte.com.

“Ele se daria muito bem porque conhece bem o futebol brasileiro e os jogadores, mas não sei qual é o pensamento dele. Ele pode levar alegria ao torcedor. Conhece futebol, o país, o Palmeiras, os jogadores. É capacitado para bater no peito e sair jogando, porque foi treinador do Chile, da Argentina, treinou na Espanha. Pressão para ele não acho que seja uma questão que possa atrapalhar, caso o presidente do Palmeiras for adiante e contratar. Poderia encaixar muito bem na família palmeirense”.

“Certeza que o Sampaoli vai escolher a melhor opção. Eu tenho certeza que ele conhece bem o Palmeiras, porque quando eu estava no clube, se não me engano em 2012… Me lembro que o presidente era o Tirone, e ele quis o Sampaoli. Até passei o contato do Sampaoli, acho que chegaram a conversar, mas no final acabou não dando certo”, completou.

Volta ao futebol brasileiro

Ao ser questionado sobre uma possível volta ao Brasil, Valdivia falou com muito respeito principalmente do Palmeiras, clube que ele tem muita história.

“Tem de respeitar os jogadores que o Palmeiras tem neste momento e não gostaria que essa entrevista parecesse que eu estou me oferecendo para ir. Não gostaria que alguém fizesse isso enquanto eu estou no lugar que parece que está se oferecendo. Tem de respeitar quem está no clube”, afirmou.

“Você sempre quer trabalhar com os melhores, com o treinador que passe experiência, confiança, que você entenda a mensagem dele. Ele (Sampaoli) é um desses treinadores. Eu citei o Vanderlei porque é um cara muito certo e claro na hora de posicionar os times, buscar o resultado. Mas não depende de mim e da minha vontade. Claro que pelo carinho que eu sinto pelo clube, pelos anos que eu passei no clube, conhecendo a cidade, o Sampaoli, o Palmeiras… Claro que você gostaria de trabalhar em ambientes bons. Já que você me perguntou da possibilidade de trabalhar de novo no Palmeiras, todo mundo gostaria. Não somente eu. Mesmo se não fosse o Sampaoli, é claro que eu gostaria de um dia voltar para o Palmeiras. Um dia não, né? Porque daqui dois anos, um ano e meio, já era para mim (risos)”, concluiu.

LEIA MAIS: