Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Garone: Vasco busca atacante no mercado sul-americano

A contratação de novo atacante é vista como prioridade para 2020; alguns nomes já foram sondados pela diretoria e podem pintar como reforços em breve

Andre Schmidt
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Germán Cano é um dos mais cobiçados do mercado (Foto: AFP)

Não é novidade para ninguém que o Vasco busca um novo camisa 9 para suprir a saída de Maxi López. Desde o fim de maio, quando o argentino rescindiu com o clube, a diretoria cruz-maltina procura um centroavante que chegue para assumir a condição de titular. E ainda não encontrou.

Durante a última janela de transferências, em agosto, o clube não conseguiu concluir as negociações em razão da dificuldade financeira vivida – chegou a atrasar quatro meses de salários – e pela falta de credibilidade no mercado. Na época, quem esteve mais próximo foi o equatoriano Anangonó, que deixou de aceitar a proposta vascaína em razão da falta de garantias de pagamento – foi para a China.

A história mais bonita do futebol agora tem um banco. Faça parte do meu BMG Vasco!

Outros nomes como Di Santo, hoje no Atlético Mineiro, Diego Churín, do Cerro Porteño, e Nicolás Blandi, do San Lorenzo, também foram tentados, mas sem sucesso. O primeiro, descartado pelo clube em razão do alto custo mensal.

A expectativa para 2020, no entanto, é conseguir tampar essa lacuna. É um pedido antigo de Vanderlei Luxemburgo, que chegou a testar Bruno César, Valdívia e Marquinho na função. No entanto, termina o Brasileiro com Ribamar, antes afastado, como titular.

E os mercados analisados são mais uma vez os dos países vizinhos.

Classificado para Copa Sul-Americana e com ao menos R$ 13,7 milhões garantidos em premiação pelo Campeonato Brasileiro – valor destinado ao 13º lugar -, além da incrível onda de mais de 120 mil associados em duas semanas, o Vasco projeta entrar nessa janela com os salários quitados e uma saúde financeira mais estável. Ou seja, mais forte no mercado.

Segundo apurei com pessoas ligadas ao futebol do clube, o Vasco já monitora diversos nomes pela América do Sul. Um deles já tentado a poucos meses: Blandi. O argentino de 29 anos, que já havia sido sondado no meio da temporada, está na mira novamente. O Cruz-Maltino, no entanto, ainda está colhendo informações sobre o ano do jogador.

Nicolás tem um longo histórico de lesões musculares que se intensificaram  no ano passado, fazendo-o perder espaço no time. Dos 15 jogos disputados nesta temporada – iniciada no meio do ano – , entrou em campo apenas sete vezes, sendo somente três como titular – marcou três gols. É um fator que pode pesar contra a sua chegada a São Januário.

Outro nome que interessa ao Cruz-Maltino é o de Germán Cano. Esse, porém, mais difícil.

O Vasco já realizou a primeira sondagem com o staff do atacante de 31 anos, mas se assustou com a pedida do jogador. Após marcar 68 gols em 88 partidas com a camisa do Independiente de Medelín entre 2018 e 2019, o argentino está valorizado. Próximo de ficar livre no mercado – janeiro -, promete ser um dos mais disputados na janela sul-americana, o que faz com que aumente o salário pretendido pelo atleta.

Além da dupla, outros nomes vem sendo monitorados pelo departamento de futebol do clube, mas seguem em sigilo. Ao menos por enquanto.

Fato é que, com Marrony caminhando para ser o artilheiro do time no ano com apenas 10 gols marcados, contratar um goleador para 2020 é prioridade no Vasco. E deve acontecer em breve.

As melhores notícias de esportes, direto para você