Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

6 jogadores da NBA que poderiam ter brilhado na NFL

Com capacidades atléticas semelhantes e habilidade de sobra, jogadores como LeBron James e outras estrelas da NBA, poderiam ter se dado muito bem na principal liga de futebol americano, a NFL

Danilo Lacalle
Jornalista de formação, e atleta por opção. Especialista em esportes americanos e apaixonado por esportes radicais.

Crédito: Gregory Shamus/ Getty Images

Muita força, resistência, explosão e inteligência tática. Tudo isso é preciso para se tornar um atleta de alto rendimento nas ligas americanas, como a NBA, e NFL. As principais estrelas da NBA, inclusive, poderiam disputar, também, a principal liga de futebol americano do mundo. Atletas como LeBron James, Chris Paul, e muitos outros, se destacariam não só pela capacidade física, mas pela personalidade em quadra que poderia fazer a diferença, em campo, possivelmente levando a franquia ao Super Bowl.

 

Patrick Beverley, do Los Angeles Clippers, de Cornerback

Embed from Getty Images

Um bom Cornerback na NFL é muito conhecido por dois aspectos: muita velocidade e trash talk, a típica conversa para abalar o psicológico do adversário. Duas coisas que o astro do Los Angeles Clippers tem de sobra. Beverley, com 1,85 m e 83 quilos, tem estrutura atlética parecida com jogadores como Josh Norman, Richard Sherman e Jalen Ramsey. Pela personalidade do astro da NBA, é possível que ele arrumasse muita confusão, tomando penalidades por contato ilegal, mas também, forçasse muitas interceptações por sua inteligência tática.

Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks, de Defensive End

Embed from Getty Images

A superioridade atlética de Giannis na NBA não é uma surpresa para os fãs de basquete. Com 2,11m e 110 quilos, imagine o problema que ele poderia causar para os Quarterbacks, avançando pelas trincheiras?  Isso, com sua velocidade e força, típicas de um bom pass rusher, poderia se destacar bastante e, quem sabe, ser um dos líderes de sacks e passes desviados na linha de scrimmage, na temporada.

Zion Williamson, do New Orleans Pelicans, de Tight End ou Defensive End

Embed from Getty Images

Sua combinação de força, impulsão e velocidade vem se provando especial, mesmo entre os melhores jogadores de basquete da NBA. Com 2,01m e 129 quilos, Zion tem a estrutura parecida com astros da NFL, como J.J. Watt e Aaron Donald (no caso de Donald, 1,85m e 129kg. Sim, Zion é maior). A estrela dos Pelicans, inclusive, já deu uma declaração afirmando que teria conseguido jogar na principal liga de futebol americano. A transição do basquete para a posição de Tight End não é complexa. Mas, caso optasse por detonar ataques adversários e amassar Quarterbacks, seria um excelente linha defensiva.

Chris Paul, do Pheonix Suns, de Quarterback

Embed from Getty Images

A estrela do Pheonix Suns, que chegou a sua primeira final da carreira em 2021, seria um excelente Quarterback na NFL. Com inteligência tática avançada e perfil de liderança explícito, o CP3 poderia causar uma grande desordem nas defesas adversárias e liderar sua franquia à vitória, também, no futebol americano. Com 1,83m e 79 quilos, sua velocidade e pontaria seriam cruciais para se dar bem na posição, durante uma carreira na liga vizinha.

Jimmy Butler, do Miami Heat, de Wide Receiver

Embed from Getty Images

Jogadores “divas” também decidem partidas! Butler poderia ser um Wide Receiver de elita, na NFL. O próprio astro da NBA já disse, anteriormente, que poderia ter sido melhor que Antonio Brown e Demaryus Thomas, aposentado em 2019. Com 2,01m e 113 quilos, o jogador, com proporções maiores que o astro dos Seahawks, D.K. Metcalf, poderia confundir as defesas com sua explosão e ótimo trabalho de movimentação dos pés. Ainda, as mãos seguras e a personalidade extrovertida, seriam outros pontos que contariam para que ele se destacasse na posição.

LeBron James, do Los Angeles Lakers, de Tight End

Embed from Getty Images

É claro que esse último nome não é novidade para ninguém. LeBron James, inclusive, quase parou na liga de futebol americano, durante o locaute da NBA, após a temporada de 2010/2011.

“Sinceramente, pensei sim (em ir para a NFL). Não fazia ideia de quanto tempo ia durar o locaute, eu e meu treinador começamos a realmente treinar para eu ser um jogador de futebol americano quando chegasse em outubro e novembro. Começamos a fazer exercícios específicos, aumentar os pesos na academia, coisas desse tipo para mudar nossa rotina.” afirmou LeBron, em uma entrevista em 2020, ao podcast Uninterrupted. Na época, ainda, o treinador de LeBron tentou levá-lo ao Dallas Cowboys, pois ambos são torcedores da equipe do Texas.

Ainda, durante um jogo do colegial, o técnico de LeBron o colocou apenas no último quarto de uma partida. Ele entrou, marcou 2 touchdowns, fez mais de 100 jardas e, nos anos seguintes, por duas temporadas completas, se tornou um dos melhores Wide Receivers do estado.

Com 2,06m e 113 quilos, sua potência, explosão e agressividade em quadra, se fossem direcionadas para um campo, poderia ser as características de um Tigh End excepcional, como Rob Gronkowski, por exemplo, que é inteligente taticamente e proporções parecidas com LeBron. Ainda, a competitividade da principal estrela da NBA seria um fator decisivo para levar a franquia ao título do Super Bowl.

 

LEIA MAIS

LeBron James se irrita com narrador, durante jogo de basquete do filho, Bronny

NFL: Wide Receivers mais produtivos dos últimos 5 anos

Otávio Amorim, ex-NFL Undiscovered, é anunciado por time da European League