Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Maurício Capela analisa Artur, o novo reforço do Red Bull Bragantino

Artur foi vendido pelo Palmeiras ao clube de Bragança Paulista (SP) e diante do desempenho de 2019, há espaço para se consolidar como um dos grandes nomes da temporada neste ano

Maurício Capela
Jornalista há 25 anos, Maurício Capela é comentarista esportivo há mais de uma década e hoje está na Super Rádio. Foi escolhido pela Associação do Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (Aceesp) como um dos três melhores na função em televisão, em 2016, quando atuava pela RedeTV!. Com passagens pelas rádios 105 FM, Tri FM de Santos (SP), Tropical FM, entre outras, o profissional tem larga experiência também no jornalismo impresso e digital. Além de ter mantido blog sobre esportes no Estadão, militou em Veja, Valor, Gazeta Mercantil e outros.

Crédito: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Jovem, rápido e com bom potencial decisivo. Eis a aposta do Red Bull Bragantino para a temporada 2020. Comprado junto ao Palmeiras, o dono dos direitos econômicos do atacante, por especula-se R$ 25 milhões, o jovem jogador demonstrou boa qualidade na passagem recente no Bahia. Chance que quase não teve no Palmeiras.

Com a ajuda do FootStats, essa coluna nota logo de cara que quando o assunto é assistências e arremates, o atleta de 21 anos não decepcionou em 2019. E foi um dos destaques do Campeonato Brasileiro do ano passado nesses fundamentos.

Até porque nessa conta é preciso levar que, muitas vezes, o jogador entra em um único jogo e já realiza uma assistência ou mesmo marca um gol. Quando isso acontece, claro, a média do personagem hipotético sobe bastante, o que o faz despontar no ranking. Mas isso pode ser apenas uma impressão.

Passes

Feito o registro. Ao longo da competição nacional do ano passado, Artur deu cerca de 124 passes certos para gol. Não é nada, não é nada, esse desempenho o colocou entre os 100 melhores da competição. Algo a ser levado em conta, principalmente quando se considera o número de jogadores inscritos no Brasileiro de 2019.

Chutes para Gol

Como atacante, “Chutes para Gol” é um fundamento que precisa ser olhado de perto. E entendido. Artur, quando vestia a camisa do Bahia, precisou de quase 9 arremates para balançar as redes adversárias. O líder nesse quesito, de novo, pouco importa. É preciso ver como andou o artilheiro do Brasileiro de 2019, Gabriel Barbosa.

Gabigol balançou as redes adversárias 25 vezes na competição nacional do ano passado. E, em média, precisou chutar mais de 4 vezes ao gol adversário para deixar o seu.

Já Artur fez 7 gols no Brasileiro de 2019, demandando 9 tentativas na meta adversária para fazer seu tento.

Lições

Tomando como base o fundamento “Chutes para Gol”, e combinando com a movimentação, participação nos jogos e qualidade técnica, é possível imaginar que o Red Bull Bragantino fez um grande negócio.

Note. Se Artur melhorar em 50% a pontaria, a chance de dobrar o número de gols marcados no próximo campeonato nacional será enorme. E como em toda estatística, há o componente emocional.

Portanto, se o elenco tiver uma filosofia clara de jogo, ser qualificado e bem treinado,  fatalmente Artur vai ofertar ainda mais ao seu novo clube. E, de quebra, melhorar profissionalmente, o que poderá lhe projetar internacionalmente. 2020, para Artur, já se mostra um divisor de águas.