Bauru Basket 104×76 Rio Claro: confira os melhores momentos da partida do NBB

Bauru comandou as ações e resolveu o jogo antes do último quarto contra o Rio Claro pelo NBB

Luis Feitosa
Jornalista graduado e amante de futebol e futebol americano

Crédito: Reprodução/ Twitter Bauru Basket

O Bauru conseguiu vencer a segunda partida consecutiva após derrotar nesta quarta-feira, 29, o Rio Claro por 104 a 76. Sem grandes dificuldades, a equipe da grande São Paulo conseguiu se sobressair e fazer valer a força da ‘Panela de Pressão’ para consumar a retomada da equipe no NBB.

DAZN agora custa menos de R$1,00 por dia e o primeiro mês é grátis! Assine já!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Foi praticamente o jogo de uma equipe só. Desde a primeira posse de bola, o Bauru conseguiu pressionar e amassar o Rio Claro  que sentiu o ritmo e não conseguiu reagir no primeiro quarto. Nos 10 minutos seguintes, as equipes fizeram um jogo mais franco, mas ainda os donos da casa foram pra casa com 14 pontos de vantagem.

No segundo tempo, o Bauru voltou com o mesmo ritmo do primeiro quarto e conseguia encontrar principalmente as bolas de 3  como desafogo da equipe. Com mais 14 pontos ao final do terceiro quarto, os Dragões tiraram mais o pé e controlaram o tempo até o estouro do cronômetro.

Os destaques da partida ficaram com Gerson que teve um duplo-duplo (22 pontos e 10 rebotes) para o Bauru e Gabriel Jaú também teve dois dígitos em dois quesitos com 17 pontos e 10 rebotes. Com a vitória, o Bauru chegou ao 11º lugar com 7 vitórias e 10 derrotas enquanto o Rio Claro continua com 9 triunfos em 20 partidas disputadas até aqui. As equipes agora terão um pequeno descanso e voltarão a atuar apenas no dia 4 e 11, ambos contra o Corinthians com o Bauru jogando primeiro e o Rio Claro na terça-feira seguinte.

LEIA MAIS:

Mogi vence Franca no NBB e chega a vice-liderança

Artista usa cubos mágicos para homenagem a Kobe Bryant; assista à montagem da obra

Kyrie Irving se recusou a jogar contra os Knicks após notícia de morte de Kobe Bryant