Jordi Cruyff demonstra emoção ao falar de participação na Copa América

Jordi Cruyff disse que a comoção provocada pelo torneio entre os sul-americanos é uma emoção única

Luis Fernando Bernardo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação

Em sua primeira entrevista como treinador da seleção equatoriana, o holandês Jordi Cruyff disse que a paixão e loucura provocadas pela Copa América era um sonho que ainda estava entre seus objetivos.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O treinador disse se sentir atraído pela ideia de vivenciar toda emoção e demais sentimentos provocados pelo torneio na América do Sul. Jordi afirmou que se trata de uma emoção muito forte e extrema. Para ele a Copa América sempre foi um atrativo necessário.

O treinador lembrou dos 4 anos em que atuou como jogador no Campeonato Inglês, que é um sonho para muitos jogadores e da Copa do Mundo que é o sonho de qualquer treinador. Mas frisou que a sensação provocada pela Copa América é bem particular, exatamente pela comoção que o futebol apresenta no continente sul-americano.

Jordi Cruyff terá a oportunidade de realizar este sonho a partir de 13 de junho, data da estreia da seleção equatoriana na Copa América. O Equador está no grupo B ao lado de Brasil, Peru, Qatar e Venezuela.

O treinador holandês terá seu trabalho colocado à prova não somente na Copa América, mas também durante as Eliminatórias Sul-Americanas para o mundial de 2022. Jordi passa a integrar a seleção equatoriana após o time realizar campanhas decepcionantes nos últimos 2 anos.

Perspectiva de crescimento da seleção

Jordi Cruyff demonstrou sua felicidade em fazer parte de um grupo com o objetivo de crescimento no futebol local, considerando o trabalho realizado antes de sua chegada.

O holandês ainda comentou a observação já realizada sobre alguns jogadores mas fez questão de não divulgar os nomes, afinal está começando um novo trabalho e não deseja causar constrangimentos.

LEIA MAIS

UEFA define time “ideal” de 2019 com apenas um brasileiro na lista

Com Cristiano Ronaldo, Juventus joga para manter a liderança; a provável escalação