Rainbow Six: Confira os resultados da 2º Semana da Pro League APAC

Fnatic assumindo a liderança da AZN, Nora-Rengo se recuperando da primeira rodada e Cloud9 estreando com resultados aquém do esperado. A Pro League APAC esteve cheia de reviravoltas na tabela das 4 sub-regiões

Lucas Bichão
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução / Twitter oficial do Magnet (@MagnetR6)

A segunda semana da Pro League APAC deixou as tabelas de classificação um pouco mais confusas. Grandes times como Fnatic, PET Nora-Rengo, Cyclops e Vodafone Giants conseguiram se manter em cima. Porém, surpresas como a FAV Gaming no Japão e a Onyxian na Austrália-Nova Zelândia fizeram das duas rodadas um ambiente interessante de ser acompanhado. 

Saiba o resumo de tudo o que aconteceu nos resultados da 2º Semana da Pro League APAC.

 

Pro League APAC – Austrália-Nova Zelândia (AZN)

Marcada por 4 vitórias da Fnatic, a rodada da Pro League AZN acabou com uma na troca de liderança apesar dos dois triunfos da Onyxian. Destaque negativo ficou por conta da Wildcard Gaming, que ainda não emplacou uma boa sequência. 

Playday 3 

A Wildcard começou o dia vencendo a Kanga Esports por um placar impecável, mas no mapa seguinte foi derrotada por uma equipe que vem dando trabalho nesta Pro League. Os cangurus já havia surpreendido a Fnatic com um empate no Banco e voltaram a repetir um bom desempenho no mesmo mapa. É uma organização para ser observada ao longo da temporada. 

Mapas: Kafe | Banco 

Placares finais: Wildcard 7×1 Kanga | Wildcard 5×7 Kanga 

Na sequência a Fnatic ficou online para duelar contra a Team SiNister e conseguiu 6 pontos. Prezou-se a lógica e o jogador mais constante foi Jake “Vir7ue” Grannan. Ele conseguiu 27 kills nos dois mapas e um K/D acima de 2.50 em ambas as oportunidades. O time parece bem equilibrado como um todo, além de estar conseguindo jogar bem nas partidas. 

Mapas: Clube | Kafe 

Placares finais: Fnatic 7×3 SiNister | Fnatic 7×3 SiNister

Playday 4

Um dia após o playday 3, a Fnatic voltou aos servidores para dessa vez enfrentar a Homeless. Mais 6 pontos conquistados com, novamente, Vir7ue sendo um dos maiores destaques. O jogador atingiu as 27 kills, apesar de não ter conseguido o topo do rating em nenhuma das MD1. 

Mapas: Consulado | Clube

Placares finais: Fnatic 7×3 Homeless | Fnatic 7×3 Homeless

No último confronto da semana na Oceania, a Kanga também voltou a atuar e sem o mapa Banco acabou coletar duas derrotas. A Onyxian emplacou resultados importantes para continuar na busca por um lugar ao sol nas finais da Pro League APAC. Agora com 12 pontos, está atrás da Fnatic, mas conta com 2 partidas a menos. O confronto direto, principalmente contra a Wildcards, pode ser crucial para definir uma possível classificação. 

Mapas: Villa | Clube 

Placares finais: Onyxian 7×3 Kanga | Onyxian 7×1 Kanga 

 

Pro League APAC – Coreia do Sul (KR)

Na última semana foi dito aqui no Torcedores que a Cloud9 era uma das equipes mais fortes do cenário coreano e também que a equipe não havia disputado uma partida nesta Pro League ainda. O que se seguiu na 2ª semana de competição foi a estreia da equipe e uma sequência de resultados pouco agradáveis para a marca mais forte da desta região. 

Playday 3 – Cloud9 vs. Scarz 

A equipe da Scarz havia provado na rodada anterior que poderia ser um grande desafio na Coréia do Sul. A prova de fogo acabou vindo no playday 3, quando a organização ficou de frente com a Cloud9. Nas duas partidas disputadas, melhor para a Scarz que levou 4 pontos desses confrontos. 

Na primeira do dia, a Cloud9 até buscou oferecer resistência e conseguiu bons rounds para o empate. Porém, não emplacou o mesmo desempenho quando entraram no mapa Kafe. Destaque para Ileven e Kanos, que foram constantes em ambos os mapas e auxiliaram a Scarz a se manter na liderança. 

Mapas: Litoral | Kafe 

Placares finais: Cloud9 6×6 Scarz | Cloud9 3×7 Scarz 

Playday 4 – Cloud9 vs. Axiomatic 

Perder para para uma equipe intensa como a Scarz pode ter sido uma frustração menor para a Cloud9 do que empatar com uma org que na 1ª semana que conseguiu 1 ponto em 12 possíveis. 

No duelo contra a Axiomatic, a igualdade no placar no mapa Clube pode custar uma possível futura liderança na sub-regional da Coreia do Sul. Ao menos a org conseguiu uma vitória para amenizar o desempenho na semana. 

Mapas: Clube | Consulado 

Placares finais: Cloud9 7×3 Axiomatic | Cloud9 6×6 Axiomatic

 

Pro League APAC – Sudeste Asiático (SEA)

Q-Confirm na liderança da semana, Giants mantendo ótimo desempenho e Xavier Esports passeando na montanha russa. A Pro League SEA é uma das que promete maiores emoções na região da APAC, mesmo com essas três organizações ficando na frente neste início de temporada. 

Playday 3 

A Xavier Esports abriu a rodada da sub-regional do Sudeste Asiático em partida contra a Lèsè Esports. No mapa Litoral, a equipe teve o seu primeiro tropeço na Pro League. Porém, na MD1 seguinte conseguiram o primeiro 7 a 0 da região. Os destaques foram para Sumati “Pew” Srimabut e Peeranut “Warbark” Thiraboot. O segundo  conseguiu 9 kills no mapa Banco e não morreu em nenhum dos 7 round.

Mapas: Litoral | Banco

Placares finais: Xavier 6×6 Lèsè | Xavier 7×0 Lèsè 

Logo em seguida, a Q-Confirm garantiu duas vitórias sobre a Team 1122. Os triunfos fizeram da organização a líder da Pro League SEA, com 12 pontos. 

A Q-Confim conseguiu seus resultados até aqui com equipes que ainda não pontuaram nesta temporada. Isso mostra um pouco do fato de que ainda possuem muitos desafios pela frente. 

Mapas: Kafe | Kafe 

Placares finais: Q-Confirm 7×2 Team 1122 | Q-Confirm 7×1 Team 1122

Playday 4

No último dia de partidas da semana na SEA, a Scrypt conseguiu se recuperar das duas derrotas para a Xavier na semana passada. Contra a 200 Degrees, o time emplacou dois resultados elásticos e se colocou no meio da tabela. Sunan foi o player mais constante da Scrypt. Não foi o que mais matou, mas teve grande importância nos ataques como suporte e plantou 4 vezes nos dois mapas. 

Mapas: Fronteira | Kafe 

Placares finais: Script 7×2 200 D | Script 7×1 200 D 

A Vodafone Giants foi quem fechou a rodada e repetiu os ótimos resultados da última semana. Duas vitórias sobre a Valor eSports deixaram a equipe com 12 pontos, ficando na 2ª posição devido ao saldo de rounds. O melhor player foi Jeremy Mao “Hysterix” Xuan Tan, que esteve no topo do rating em ambos os mapas. 

Mapas: Banco | Fronteira 

Placares finais: Giants 7×3 Valor | Giants 7×3 Valor

 

Pro League APAC – Japão (JPN)

Recuperação da Nora-Rengo, novo bom desempenho da Cyclops e liderança da FAV Gaming. O trio é o grande destaque da Pro League Japão e com isso deve continuar durante toda a season. Porém, quem irá ficar com as duas vagas? 

Payday 3 

Abrindo o 3º dia de competições, a PET Nora-Rengo encarou a Yashimoto Gaming Lamy. O duelo serviu para um desafogo para a equipe de Tsukasa “Merieux” Asano e companhia. O entry fragger brilhou nas duas partidas que disputou, totalizando 21 kills em 20 rounds disputados. A Nora venceu duas seguidas e se colocou na 4ª posição do regional. 

Mapas: Kafe | Fronteira 

Placares finais: Nora 7×2 Yashimoto | Nora 7×4 Yashimoto 

A FAV Gaming ficou online logo em seguida para enfrentar a Takumi Festival LBX. O duelo servia para defender sua alta posição na tabela e as duas vitórias seguidas fizeram com que essa missão fosse bem sucedida. Com 100% de aproveitamento, a equipe está com 12 pontos e será um adversário a ser batido nessa Pro League. 

Naoki “Afro” Kobayashi foi o player mais regular da rodada da FAV, conseguiu 20 kills juntando as duas partidas. Outra estatística que também merece destaque é seu K/D de 6.00 no mapa Litoral. 

Mapas: Villa | Litoral 

Placares finais: FAV 7×3 Takumi | FAV 7×1 Takumi 

Playday 4 

A GUTS Gaming já havia ido bem na primeira rodada, mas conseguiu melhorar seu desempenho na semana que se seguiu. O duelo foi contra a DetonatioN Gaming e teve Li9ht como destaque. O jogador foi responsável pela função de se movimentar bastante pelo mapa, principalmente no Clube – onde utilizou preferencialmente o Maverick no ataque e a Alibi na defesa. Ao todo foram 25 kills para o player

Mapas: Kafe | Clube

Placares finais: GUTS 7×4 DetonatioN | GUTS 7×4 DetonatioN

No último confronto da semana de Pro League JPN, a Cyclops Athlete Gaming encarou o time mais azarado da competição até aqui. Mais uma vez a Unsold Stuff Gaming enfrentou um dos gigantes da sub-regional e perdeu as duas MD1. Com o resultado a org fica com a última posição com 0% de aproveitamento. 

Mas, por que azarada? Bem, assim como no duelo contra a FAV Gaming na 1ª rodada, a Unsold conseguiu oferecer bastante combate aos adversários. Ao enfrentar a Cyclops a equipe não soube sustentar a defesa no final dos mapas. Porém, conseguiu resultados satisfatórios quando no ataque. 

Mapas: Litoral | Consulado 

Placares finais: Cyclops 7×5 Unsold | Cyclops 7×5 Unsold

 

Estatísticas do site Siege.GG

 

Leia mais: Rainbow Six: Ubisoft divulga grupos do Six Invitational 2020

Leia mais: Rainbow Six: Passe do Ano 5 terá apenas seis operadores, indica vazamento