Alisson admite que o Liverpool ficou “admirado” com o Flamengo, mas dispara contra a imprensa: “Não nos respeitaram o suficiente”

Alisson disso que o Flamengo tinha condições de vencer o Liverpool, mas deixou claro que o clube não chegaou nem perto de ter uma atuação do nível da Premier League

Danielle Barbosa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Twitter Liverpool Brasil

Considerado um dos melhores goleiros do mundo na atualidade, Alisson, do Liverpool e da seleção brasileira, concedeu entrevista ao jornal Folha de S.Paulo e falou sobre a final do Mundial de Clubes da Fifa, disputada e vencida diante do Flamengo, em dezembro. O camisa 1 destacou que a competição não é tão valorizada na Europa e admitiu que os jogadores do time inglês ficaram admirados com a qualidade da equipe rubro-negra.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Ao ser questionado sobre como havia sido a repercussão da atuação do Flamengo no Liverpool, Alisson revelou. “Foi muito positiva. Não digo [que fomos] surpreendidos, mas os meus companheiros ficaram admirados com a qualidade dos jogadores, a organização. O Mundial não é tão valorizado na Europa. Nós valorizamos porque estávamos lá, ainda mais eu e o Firmino por sermos brasileiros. Eu estava muito feliz. E realmente jogaram de igual para igual com o Liverpool.”

DAZN agora custa menos de R$1,00 por dia e o primeiro mês é grátis! Assine já!

O goleiro brasileiro ainda comentou, justamente, o fato dos torcedores rivais que ainda “debocham” das análises que falam que o Flamengo jogou “de igual para igual” com o Liverpool.

As pessoas no Brasil ficaram muito empolgadas, a imprensa falava que o Flamengo tinha chance de vencer. Realmente, futebol é jogado, e o Flamengo tem uma equipe capacitada para isso, só que eu senti um desconhecimento de quem comentava sobre a nossa equipe. Não questiono a qualidade do Flamengo, mas vejo que as pessoas não nos respeitaram o suficiente. Nós não chegamos nem perto de ter uma atuação do nível que temos na Premier League, tanto em intensidade quanto em nível técnico. É muito difícil sair do Inglês e replicar o padrão em dois jogos fora da sua rotina”, avaliou.

LEIA MAIS:
Fabinho acredita que Liverpool se surpreendeu com o Flamengo no Mundial: “Souberam controlar melhor a bola”