Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Justiça condena Botafogo a pagar R$ 1,4 milhão a Zé Ricardo por dívida

Ex-treinador do clube cobrava na Justiça valores referentes a quando treinava o Glorioso

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Twitter Oficial Botafogo

O Botafogo voltou a sofrer derrota na Justiça. Segundo o Lance! e o Globoesporte.com, o Glorioso foi condenado na Justiça a pagar pouco mais de R$ 1,4 milhão a Zé Ricardo, ex-treinador do clube. A condenação foi anunciada na última sexta-feira (31).

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

O juiz Marcos Dias de Castro, da 18ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1), foi quem proferiu a decisão. Na condenação, o Fogão terá de pagar o ex-treinador em até oito dias, mas cabe recurso.

Zé Ricardo entrou na Justiça contra o Botafogo cobrando parte dos salários dos dias de abril de 2019, mês em que foi demitido do clube. Além disto, cobra 13º salário, férias, FGTS e multas que teria a receber pela rescisão de contrato com o Alvinegro.

Apenas o quesito da incidência de multa sobre as diferenças no FGTS foi indeferida pelo juiz. O restante da dívida chega ao valor exato de R$ 1.423.052,10 a ser pago ao treinador, que comandou o Glorioso entre agosto de 2018 e abril de 2019. Hoje, Zé Ricardo está sem clube.

LEIA MAIS

Clássicos pelo Carioca, estreia na Copa do Brasil e mais: veja a agenda de jogos do Botafogo em fevereiro

No Twitter, Honda se apresenta aos brasileiros: “Vou jogar com força total”

(Crédito da foto: Divulgação/Twitter Oficial Botafogo)

As melhores notícias de esportes, direto para você