Klopp nega favoritismo do Liverpool na Liga dos Campeões

Atual campeão da competição, o Liverpool de Klopp enfrenta o Atlético de Madrid nas oitavas

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores

Foto: Divulgação/ Liverpool

Tirando o protagonismo de seu time, Jurgen Klopp, treinador do Liverpool, admitiu que os reds não são os favoritos para conquistar da Liga dos Campeões.

Klopp também admitiu qua a sua qlequipe favorita para esta temporada era a Juventus.

“A Juventus era a minha favorita antes do início da época, mas é claro que não vejo futebol italiano o suficiente para não entender porque não estão 10 pontos à frente na liderança da Serie A”, disse p treinador.

DAZN agora custa menos de R$1,00 por dia e o primeiro mês é grátis! Assine já!

Ainda sobre a gigante Italiana,Klopp, em entrevista ao The Guardian, destacou a qualidade do plantel da Juve: “Eles têm a melhor equipa que já vi na minha vida, com jogadores de qualidade, é incrível.”

Porém, o treinador não falou só sobre a Juventus, outros clubes que ainda disputam a Liga dos Campeões, estiveram na fala de Klopp.

“A equipa do Bayern Munique também é impressionante, o PSG é incrível quando os jogadores estão bem fisicamente. Não podemos deixar de parte o Barcelona nem esquecer o Manchester City, pois a Liga dos Campeões é o seu principal objetivo”, disse.

Parando de analisar outras equipes, Klopp disse que o foco, por enquanto é o Atlético de Madri.

“Não faço a mínima ideia de quão longe iremos, mas não há necessidade de pensar já nisso, pois neste momento temos de nos focar apenas no Atlético [Madrid] na terça-feira”, afirmou.

Atual campeão da competição, o Liverpool fez ótima campanha na temporada passada, e Klopp sabe disso, porém, o treinador mantém os pés no chão.

“Não sei se vamos vencer a Liga dos Campeões novamente, mas temos de estar preparados para tudo. O que eu sei e o que mostrámos no ano passado é que conseguimos vencer os melhores. Isto não significa que o vamos fazer, mas que o conseguimos fazer, e isso é tudo o que eu preciso de saber”, concluiu Klopp.