Olimpíada pode desfalcar equipes brasileiras em oito partidas; veja quais

Jogos acontecem durante período decisivo da Libertadores, Sul-Americana e Copa do Brasil

Matheus Leal
Colaborador do Torcedores.com e do Hashtag Rubro-Negro.

Crédito: Divulgação / COI

Com a vitória por 3 a 0 no clássico contra a Argentina, na noite de domingo (09), o Brasil conquistou a vaga na Olimpíada de Tóquio. No entanto, o que deveria ser comemorado, virou preocupação para os clubes e torcedores.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Os Jogos Olímpicos de 2020 serão disputados entre o fim de julho e o início de agosto. O calendário do futebol na Olimpíada está marcado para começar no dia 23 de julho e terminar no dia 8 de agosto. Como o Brasileirão não para, as equipes serão desfalcadas com alguns jogadores praticamente um mês.

Durante esses 17 dias, as equipes brasileiras estarão envolvidas em decisões da Libertadores, Sul-Americana e Copa do Brasil, além, claro, das rodadas do Brasileirão. Nesse período estão programados os seguintes jogos:

Ida e volta das oitavas de final da Libertadores e Sul-Americana;
Segundo jogo das quartas de final e primeiro da semifinal da Copa do Brasil;
Rodadas 17 e 18 do Campeonato Brasileiro;

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Porém, o prejuízo pode ser ainda maior. Como os atletas devem ser apresentar pelo menos dez dias antes dos Jogos começarem, a tendência é que haja a perda também da partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil e da 16ª rodada do Brasileirão. Ou seja, ao todo a Olimpíada pode desfalcar as equipes em oito jogos. Vale lembrar que a competição não é considerada data-Fifa e, por isso, os clubes não são obrigados a liberar os jogadores.

LEIA MAIS

Jornal revela salário de Neymar no PSG; veja quanto o craque ganha por mês

CBF faz reajuste e Copa do Brasil terá premiação ainda maior em 2020; veja valores

Rede Globo x TNT: veja como ficará a divisão de TV no Brasileirão 2020