Sede olímpica, Tóquio registra primeira morte por coronavírus no Japão

No dia em que organizadores do evento tentaram acalmar o público internacional, o Japão confirmou oficialmente a primeira morte pelo surto do vírus

Aécio de Paula
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação: Tokyo 2020

Faleceu na manhã desta quinta-feira (13) a primeira vítima fatal do coronavírus em solo japonês. A informação foi confirmada pelo governo de Tóquio e acontece justamente no dia em que os organizadores dos Jogos Olímpicos tentavam acalmar o público internacional. A vítima faleceu justamente na região metropolitana de Tóquio. As Olimpíadas do Japão acontecem já a partir do dia 24 de julho.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

De acordo com o Ministério da Saúde do Japão, a vítima trata-se de uma mulher que tinha cerca de 80 anos de idade. Mas seu nome também não foi revelado pelo ministro Katsunobu Kato. O que se sabe é que a vítima morava mais ao Sul da região metropolitana de Tóquio. Embora tenha anunciado a morte, o ministro ainda não cravou que o novo coronavírus foi o responsável. Mas o que se sabe é que todas as evidências apontam para isso.

Na última semana, o primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe foi questionado pelo Congresso do país sobre a relação da doença com as Olimpíadas. Na ocasião, Shinzo garantiu que uma coisa não atrapalharia a outra. Aliás, ele também descartou qualquer possibilidade de adiamentos e/ou mudanças no calendário do evento por causa do novo coronavírus.

“A relação entre o novo coronavírus e a morte da pessoa ainda não está clara”, disse o ministro da saúde do Japão. “Mas esta foi a primeira morte de uma pessoa no Japão que tenha testado positivo para o COVID-19. Este resultado positivo foi confirmado portanto apenas depois da morte da vítima”, disse o ministro. O COVID-19 é o nome da doença respiratória provocada pelo novo coronavírus.

Impacto

O surto do novo coronavírus já matou mais de 1000 pessoas desde o seu início. A grande maioria absoluta dessas vítimas fatais estava na China, país que é o epicentro da doença. Apenas duas mortes foram confirmadas oficialmente fora da China. A primeira tinha ocorrido nas Filipinas. Agora, o Japão confirma a segunda morte em decorrência do surto.

Vários eventos esportivos na Ásia precisaram ser adiados ou até mesmo cancelados. Com a proximidade dos Jogos Olímpicos, várias competições qualificatórias precisaram mudar de sede. Além disso, atletas chineses sofrem por não conseguir competir ou até passar por vários dias em quarentena antes de competições internacionais.

LEIA MAIS

Detalhes da tocha olímpica dos Jogos de Tóquio 2020 são revelados por designer