Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Supercopa do Brasil: evento pode afetar gramado do Mané Garrincha

Celebração evangélica The Send Brasil tem a chance de causar problemas para o estádio que recebe a decisão

Brendo Romano
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Twitter Corinthians

No último sábado (08), o estádio Mané Garrincha recebeu o evento evangélico The Send Brasil, que foi realizado simultaneamente com o Allianz Parque e Morumbi. Entretanto, o festival poderá prejudicar as condições do gramado para a Supercopa do Brasil, do próximo domingo (16), às 11h, entre Flamengo (campeão do Brasileiro) e Athletico (campeão da Copa do Brasil).

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

Houve tentativas de proteger o campo, para isso foram utilizados tablados. Mesmo com as medidas preventivas, há risco de danos pelo palco e tráfego de pessoas. O espetáculo já estava agendado com antecedência, então os organizadores não tiveram culpa pela decisão.

Desde sua inauguração em 2013, o gramado do Mané Garrincha sofre com as críticas. Competições como a Copa das Confederações, Copa do Mundo, os Jogos Olímpicos do Rio-2016 e o Brasileirão já tiveram comentários sobre o estado. Agora é a vez da preocupação com a Supercopa.

Gramado passará por supervisão rigorosa para Supercopa do Brasil

Em entrevista ao Correio Braziliense, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, falou que a organização monitoraria com rigor a qualidade do gramado, para evitar problemas na Supercopa do Brasil.

“A gente está de olho em tudo, tenha certeza disso”, disse.

Vale ressaltar que diversos jogadores já reclamaram das condições do gramado, Filipe Luís, foi um deles. Em entrevista no programa Bem, Amigos, o lateral criticou publicamente o campo do Mané Garrincha.

“A gente foi jogar em Brasília agora (contra Avaí) e o campo estava ruim. Há duas semanas, estava bom. Não sei quem, mas não dão valor suficiente ao gramado”, disse.

Entretanto, há quem tenha elogiado o piso da arena. O técnico Jorge Jesus, não poupou elogios às condições do gramado. “A grama do Mané Garrincha é muito melhor que a do Maracanã, é mais rápida e diferente. A forma como a grama nasce é diferente”, comentou à época.

LEIA MAIS: 

De olho na Supercopa, Jorge Jesus antecipa retorno ao Flamengo

As melhores notícias de esportes, direto para você