Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Autuori confirma estreia de Honda no domingo

Paulo Autuori confirmou que Honda  estará em campo no próximo domingo, às 16h, contra o Bangu

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: InstagramHonda

Depois de algumas semanas, Honda vai estrear pelo Botafogo, o meio japonês, ficou de fora da partida contra o Paraná, porém, o técnico Paulo Autuori confirmou que jogador estará em campo no próximo domingo, às 16h, contra o Bangu, pela terceira rodada da Taça Rio.

“A princípio, vai jogar. Depende se vai ter jogo, ainda não sabemos. Terá uma reunião e os dirigentes estão à espera do que os governantes vão decidir. A questão é: futebol sem torcida perde um dos protagonistas, que é o público. Tomar a decisão de jogar de portões fechados… Aí eu pergunto: jogadores e comissão estão imunes, são de raças diferentes? Não faz sentido. Se evita para os torcedores, evite para os outros também. Parece que o profissional de futebol é uma raça que está imune a qualquer problema.”, disse Autuori.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Honda já vinha treinando com o restante do elenco do Botafogo, Autuori também revelou que tem algumas possibilidades para escalar Honda: “Isso está sendo preparado desde que ele começou a treinar com o grupo. Temos algumas hipóteses, algumas opções. O que é bom, não ter apenas uma. Ele nos dá essa possibilidade. No jogo com o Boavista, como a equipe jogou em termos de escalação? Fica essa dica, é uma opção.”, disse.

Autuori também foi questionado se sobre a possibilidade de Honda e Bruno jogarem juntos: “Claro que dá. Muda um pouco a característica da equipe. Se isso acontecer, temos que ter atenções a outras situações, que não vou falar aqui para não dar muitas pistas ao adversário”.

LEIA MAIS:

Presidente do Fluminense rebate Jesus: “Nem tudo que vem de fora é melhor”

Yony González revela medo de coronavírus: “Esperamos que não aumentem os casos”

Gabigol revela “malandragem” em gol do título da Libertadores