Torcedores – Notícias Esportivas

Honda marca em sua estreia mas Botafogo apenas empata com o Bangu

Em jogo marcado por protestos relacionados com o Coronavírus, Honda faz diferença no primeiro tempo, mas Glorioso cede o empate

Eduardo Statuti
Estudante de jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei. No Torcedores desde 2019.

Crédito: Reprodução Twitter Botafogo

No último domingo (15), o Botafogo recebeu o Bangu no Engenhão, em jogo válido pela terceira rodada da Taça Rio. O Glorioso vinha embalado após vencer o Paraná pela Copa do Brasil, além de uma estreia importantíssima. Keisuke Honda fez sua primeira partida com a camisa alvinegra. Enquanto o time do Castor, tentava reagir no Campeonato Carioca. A equipe comandada por Eduardo Allax tentava apenas sua terceira vitória no estadual.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Não demorou para Honda mostrar a que veio. Após dar bom lançamento para Luis Henrique na cara do gol, o meia chamou a responsabilidade e abriu o placar. Depois do gol, a partida esfriou um pouco, até que no segundo tempo o Bangu conseguiu o empate com Rhainer, que acabara de entrar na partida. Posteriormente, o resultado seguiu até o fim da partida.

Honda se destaca e abre o placar para o Botafogo

Foram os visitantes que assustaram primeiro. Após trapalhada na defesa alvinegra, Jairinho recebeu livre dentro da área, mas chutou muito à esquerda, sem perigo nenhum. Ademais, não demorou mais de dez minutos para o estreante da partida mostrar que é diferenciado. Honda recebeu no meio do campo e fez ótimo passe que quebrou a linha de marcação da equipe comandada por Eduardo Allax e deixou Luis Henrique na cara do gol. O atacante alvinegro chutou colocado na direita para boa defesa do goleiro Matheus Inácio. Contudo, instantes depois, os mandantes tiveram uma baixa. Benevenuto sentiu e deixou o campo para a entrada de Ruan Renato.

Após um início muito movimentado, com seis finalizações, no segundo terço do primeiro tempo o jogo esfriou. Até que aos  27 minutos, Rafael Navarro driblou o zagueiro Rodrigo Lobão e caiu na área. O árbitro Yuri Elino viu toque do goleiro no atacante e marcou a penalidade máxima em lance polêmico. Keisuke Honda não tinha nada a ver com isso e se consagrou logo em sua estreia. O camisa quatro bateu forte no lado esquerdo para abrir o placar, enquanto o goleiro Matheus Inácio sequer apareceu na foto.

Após o gol, novamente o jogo esfriou, o que não quer dizer que não houveram mais chances. Entretanto, o Bangu não conseguiu ser incisivo o suficiente para assustar Gatito Fernandez. Enquanto o Glorioso, manteve seu estilo de jogo cadenciado, trocando passes no meio do campo, a procura de boas infiltrações na área. Deste modo, o time treinado por Paulo Autuori foi para os vestiários com a vitória pelo placar mínimo.

 

Bangu empata e complica vida do Botafogo no Campeonato Carioca

O Bangu veio com mudanças relevantes para a segunda etapa. O treinador Eduardo Allax substituiu o atacante Octávio pelo volante Rodrigo Yuri. Ademais, aos 10 minutos, o Bangu teve a primeira chance clara de empatar a partida. Em falta levantada na área, a bola ficou viva e Michel chutou centímetros acima do travessão. Deste modo, após grande pressão, o Bangu igualou o placar. Rocha, na entrada da área, fez passe por cima da defesa botafoguense e Rhanier, em seu primeira ação no jogo, encobriu Gatito Fernandez.

No último terço do segundo tempo, o Botafogo se lançou mais ao ataque, chegando a 12 finalizações na partida. Entretanto, os alvinegros pouco assustaram o goleiro Matheus Inácio. Assim, nos acréscimos, Alex Santana quase deu os três pontos para o Glorioso. O volante arriscou de fora da área e acertou em cheio a trave. Contudo, o empate permaneceu até o fim da partida.

Com o empate, o Glorioso ficou na quarta colocação com quatro pontos. Enquanto o Bangu está em terceiro com a mesma pontuação. Na quarta rodada o Botafogo receberá a Cabofriense. Já o time do Castor enfrentará o Flamengo.

FICHA TÉCNICA

Escalação Botafogo: Gatito Fernandez; Fernando (substituído por Barrandeguy), Marcelo Benevenuto (substituído por Ruan Renato), Kanu, Guilherme Santos; Caio Alexandre, Alex Santana; Honda (substituído por Luis Fernando), Bruno Nazário; Rafael Navarro, Luis Henrique; (Paulo Autuori).

Escalação Bangu: Matheus Inácio; Juliano, Michel, Rodrigo Lobão, Deieyson; Felipe Dias, Josiel (substituído por Rhainer); Juan Felipe; Octávio (substituído por Rodrigo Yuri), Jairinho, Rocha (substituído por Felipinho); (Eduardo Allax).

Árbitro: Yuri Elino Ferreira da Cruz
Árbitro Assistente 1: Carlos Henrique Alves de Lima Filho
Árbitro Assistente 2: Rafael Sepeda de Souza

 

LEIA MAIS:

Flamengo vence Boavista e garante classificação antecipada na Taça Guanabara