Thomaz Bellucci: “Eu tenho pagado para jogar”

Thomaz Bellucci é o atual número 289 do ranking e viu faturamento cair

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial

Se dentro das quadras, a carreira de Thomaz Bellucci tem sido de altos e baixos, o reflexo disso pode ser sentido nas finanças do tenista de 32 anos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!  Siga o Torcedores também no Instagram

“Nos últimos anos eu tenho pagado para jogar. É muito difícil você conseguir acabar o ano com saldo positivo jogando challenger”, disse Bellucci, em entrevista ao site Tennis Brasil.

“Por mais que eu tenha parceiros e patrocinadores que me ajudem, é difícil cobrir todos os gastos. Principalmente se você viaja com treinador, preparador físico e fisioterapeuta, que é o meu caso. Eu raramente viajo sozinho, sempre levo minha equipe e isso tem um custo muito alto”, continua o tenista.

Thomaz Bellucci é o atual nº 289 do ranking da ATP e viu seu faturamento cair, principalmente, quando o brasileiro foi pego no exame antidoping pelo uso de hidroclorotiazida, o que lhe rendeu uma suspensão de cinco meses. Até a suspensão, Bellucci tinha acumulado US$ 5,34 milhões (cerca de R$25 milhões) em prêmios no circuito profissional, ainda de acordo com o Tennis Brasil.

“Como em qualquer negócio, você às vezes passa por momentos de dificuldade e momentos de crise, e precisa saber passar por isso. Eu sei que esse investimento vai valer a pena e que eu posso jogar bem ainda. Acredito que seja apenas uma fase difícil”, encerra o esperançoso ex- número 21 da ATP.

LEIA MAIS

Nadal se arrisca na cozinha durante quarentena obrigatória na Espanha: “Para mim e para minha esposa”