Da “Sele-Inter” aos medalhistas de ouro: veja jogadores do Inter que disputaram as Olimpíadas

Torcedores.com relembra atletas do Inter que representaram o Brasil nos Jogos Olímpicos

Gabriel Girardon
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Time do Inter levou medalha de prata para o Brasil nas Olimpíadas de 1984 (Reprodução/Site Internacional)

Nesta quarta-feira (1º), o zagueiro Bruno Fuchs, do Inter, completa 21 anos. No início deste ano, o defensor foi o representante colorado no Pré-olímpico disputado na Colômbia. Por lá, foi titular na fase final, onde o Brasil garantiu vaga para os Jogos de Tóquio. Na última segunda-feira, aliás, o COI divulgou a nova data de início do megaevento, visto que teve de ser adiado este ano por conta da pandemia de coronavírus.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Pela possibilidade de Bruno Fuchs, atual zagueiro titular do Inter, disputar as Olimpíadas no Japão, listamos atletas colorados que vestiram a camisa da Seleção Brasileira nos Jogos. Teve uma edição, inclusive, em que praticamente todo o time era formado por jogadores do clube gaúcho. Confira:

Batista (1976)

Nas Olimpíadas de Montreal, no Canadá, o Brasil teve a primeira boa campanha, ficando em quarto lugar. Na disputa pelo bronze, perdeu para a União Soviética. O volante Batista, campeão brasileiro com o Inter no anterior – seria também no final de 1976 e em 1979 – fazia parte daquela equipe.

Um time inteiro (1984)

Para os Jogos de Los Angeles, em 1984, o Inter cedeu nada menos que 11 jogadores para compor o time olímpico. A chamada “Sele-Inter” tinha: Gilmar, André Luís, Pinga, Mauro Galvão, Tonho, Ademir, Milton Cruz, Paulo Santos, Dunga, Kita e Silvinho. No torneio, a equipe chegou à final, mas ficou com a prata ao perder para a França. O goleiro Gilmar e Dunga, esse como capitão, conquistaram o tetra com a Seleção na Copa de 1994.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Taffarel (1988)

Em Seul, na Coréia do Sul, o Brasil bateu na trave mais uma vez. Com Taffarel na meta brasileira, a Seleção foi derrotada pela União Soviética na decisão, na prorrogação, ficando com a prata novamente. O goleiro, por sua vez, conquistou a Copa do Mundo anos mais tarde, em 1994.

Lúcio (2000)

O zagueiro pentacampeão do mundo em 2002 participou das Olimpíadas de Sydney, na Austrália, dois anos antes. Logo nas quartas de final, derrota para Camarões, com gol de ouro na prorrogação. Já Lúcio, poucos meses depois, foi vendido pelo Inter ao Bayer Leverkusen.

Renan (2008)

Presente no elenco campeão do mundial de clubes em 2006, o goleiro foi titular nos Jogos de Pequim, na China. Após derrota para a Argentina na semifinal, o Brasil venceu a Bélgica e ficou com o Bronze. O arqueiro segue em atividade, disputando o Gauchão pelo Esportivo.

Oscar (2012)

Um dos destaques do Inter na época, Oscar fez parte de mais um time que tentaria o tão sonhado ouro olímpico. Em Londres, a Seleção foi finalista, mas viu o favoritismo cair diante do México e amargar a prata outra vez. O jovem meia, após a Olimpíada, foi negociado com o Chelsea.

Leandro Damião (2012)

O centroavante, que já havia vencido a Libertadores com o Inter em 2010, vivia grande fase. Nos Jogos de Londres, fez dupla de ataque com Neymar na Seleção Olímpica que fracassou na tentativa de ser campeã. Atualmente, Damião joga no Kawasaki Frontale, do Japão.

William (2016)

Titular da lateral direita do Inter, o jogador foi reserva de Zeca – que viria a jogar no clube gaúcho mais tarde – no torneio. Mesmo assim, fez parte do elenco que conquistou o inédito ouro nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. No início do ano seguinte, foi vendido ao Wolfsburg, da Alemanha, onde está até hoje.

Rodrigo Dourado (2016)

Revelação colorada, o volante foi outro representante do clube na campanha que resultou na medalha de ouro. Atualmente, segue no Beira-Rio, mas não atua desde julho do ano passado, por conta de uma lesão no joelho esquerdo.

 

LEIA TAMBÉM
Perto de fechar 12 anos de Inter, D’Alessandro revela o melhor e o pior momento vivido com a camisa do clube