Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Há 14 anos, Santos encerrava jejum de duas décadas sem o título paulista

No dia 9 de abril de 2006, Peixe superou a Portuguesa na Vila Belmiro e foi campeão paulista depois de 21 anos

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Santos FC

Com 43 pontos em 19 rodadas, no dia 9 de abril de 2006 o Santos sagrou-se campeão da 105ª edição do Campeonato Paulista, após 21 anos sem conquistar o título estadual. O São Paulo, com um ponto a menos, terminou em segundo lugar.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

A última e decisiva partida foi disputada no estádio da Vila Belmiro diante da Portuguesa e o Peixe saiu vitorioso pelo placar de 2 x 0. Com o resultado, a equipe do Canindé acabou sendo rebaixada para a Série A2 do Paulistão, ao lado de Guarani, Mogi Mirim e Portuguesa Santista.

Ocupando a liderança desde a 12ª rodada, quando venceu o São Caetano por 3 x 2, o Santos voltava a levantar o troféu da competição depois de mais de duas décadas. A última vez havia sido em dezembro de 1984, quando o time de Rodolfo Rodríguez, Paulo Isidoro e Serginho Chulapa superou o Corinthians por 1 x 0 no Morumbi e faturou o torneio.

Em 9 de abril de 2006, diante de quase 20 mil torcedores, o meia Cleber Santana abriu o placar do duelo final aos 23 minutos do primeiro tempo, em cabeceio após escanteio cobrado por Léo Lima. Cerca de cinco minutos depois, o zagueiro rubro-verde Leonardo fez gol contra e o Santos ampliou para 2 x 0.

A torcida santista comemorava então o título dentro da Vila Belmiro, o que não acontecia desde o ano de 1965. Soberano em seus domínios durante todo o Campeonato Paulista, em dez jogos realizados em seu estádio, o Santos venceu todos e marcou 19 gols, contra apenas três sofridos.

“Esta foi a primeira conquista de alguns jogadores que podem fazer uma carreira bilhante aqui no Santos, eles estão de parabéns. Nosso projeto foi complicado, teve muitas mudanças, mas conseguimos fazer as coisas funcionarem”, declarou após a partida o então técnico santista Vanderlei Luxemburgo.

A “decisão” de 14 anos atrás diante da Lusa também ficou marcada na memória dos torcedores por um fato inusitado: o troféu desceu no centro do gramado a bordo de um helicóptero da Federação Paulista de Futebol. Isso aconteceu porque o São Paulo jogou no mesmo horário em Mogi Mirim contra o Ituano e, como venceu também por 2 x 0, em caso de um tropeço do Santos seria o campeão. Sendo assim, o troféu só foi levado para a Baixada Santista após o Peixe sacramentar o triunfo sobre a Portuguesa.

O Santos campeão paulista de 2006 entrou em campo com Fábio Costa, Ávalos, Ronaldo e Wendel; Fabinho, Maldonado, Cléber Santana, Léo Lima e Kleber; Geílson e Reinaldo. Os reservas Heleno, Rodrigo Tabata e Magnum entraram no decorrer do confronto.

LEIA MAIS

Adiamentos, cancelamentos e indefinições: 2020 chega ao 100º dia e ninguém sabe como será o futebol no ano

Clubes brasileiros desvalorizam em meio à pandemia e Flamengo tem queda de 19,5%; veja o top-10

Em “confissões”, Robinho relembra momentos de sua carreira dentro e fora de campo