Ex-atacante do Liverpool se diz arrependido de migrar para o Real Madrid

Michael Owen, dono da Ballon D’Or de 2001, admitiu o erro de se transferir aos galácticos

Matheus Rodrigues
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/ (@themichaelowen)

Michael Owen é um ídolo em Liverpool, afinal, se tornou o Melhor Jogador do Mundo em 2001 atuando em Anfield.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

No entanto, no verão de 2004, o ex-atacante se transferiu aos galácticos do Real Madrid: “A última coisa em que pensava era em sair do Liverpool. Estávamos na pré-temporada nos Estados Unidos e o meu empresário telefonou-me. Estava no quarto do hotel com o Carragher e ele percebeu a conversa. Pousei o telefone e ele disse-me: “não vai. O Real tem o Morientes, Ronaldo e Raul, você não vai jogar”. Eu estava 50-50 mas pensei “já joguei tantos anos no Liverpool e, se for preciso, poderei voltar” e simplesmente fui”.

Contudo, Owen logo percebeu o erro que havia cometido: “Pensei nos galácticos, naquele equipamento branco, um estádio fantástico, cultura diferente… Mas sabem quando assinamos algo e percebemos logo que já não há volta a dar?”.

“Quando pensam “ó meu Deus, o que é que acabei de fazer?”. Lembro-me de chegar ao aeroporto com os olhos cheios de lágrimas e a pensar no que estava deixando para trás”, concluiu o ex-atacante.

LEIA MAIS

Capitão do Liverpool surpreende fã que perdeu os pais recentemente

Joe Gomez revela que se inspirou em Rio Ferdinand