Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

8 jogadores que disputaram o Sul-Americano sub-20 2003 e você não lembra

Torneio terminou com a Argentina como campeão, enquanto Brasil ficou com a segunda colocação

Luiz Felipe Longo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/CONMEBOL

O Campeonato Sul-Americano sub-20 é tradicionalmente disputado no início do ano. Em 2003, não foi diferente, começou em 4 de janeiro e terminou no dia 28 do mesmo mês. Na ocasião, a Argentina se sagrou campeã, enquanto o Brasil terminou com a segunda posição.

Jogadores inimagináveis disputaram aquele torneio. Um deles foi o atacante William, que depois ficou popularizado pelo apelido de Batoré. Então no Santos, o atacante, hoje no Rio Branco-PR, chamava atenção por seus gols na Vila Belmiro. Foram 11 em 28 jogos naquele ano.

Além dele, outros nomes curiosos disputaram aquele Campeonato Sul-Americano. Nós separamos oito deles. Há jogadores que estão em atividade até hoje, enquanto outros já se aposentaram dos gramados.

Confira jogadores que disputaram o Sul-Americano e você não lembra

1) Felipe Melo – O atual volante/zagueiro do Palmeiras esteve na lista do Brasil para o Sul-Americano. Ele aparecia com destaque no Cruzeiro, mas até então só atuava no meio-campo. Tinha boa chegada ao ataque, não à toa marcou três gols na competição.

2) Javier Pinola – Esse zagueiro traz boas lembranças ao torcedor do Flamengo. Pinola entrou como titular na seleção da Argentina, que terminaria como campeã do torneio. Ele vinha como destaque na equipe B do Atlético de Madrid.

3) Dagoberto – Hoje aposentado dos gramados, o atacante era o comandante do setor ofensivo brasileiro naquele torneio. Após aparecer com destaque no Athletico Paranaense, terminou como vice-artilheiro ao balançar as redes em quatro oportunidades.

4) Martín Silva – O ex-goleiro do Vasco era o nome do Uruguai embaixo das traves naquele Sul-Americano. Ele vinha de temporada segura pelo Defensor, porém não correspondeu, assim como a seleção celeste, que fez apenas quatro pontos na fase final.

5) Daniel Alves – A verdade é que o lateral dava os primeiros passos para se tornar o multicampeão. Dani acabara de chegar ao Sevilla, com direito a 11 jogos disputados. Talvez ele nem imaginasse que anos depois se transformaria em um líder da seleção.

6) Javier Mascherano – O volante era um dos pilares no time albiceleste. Não à toa, já chamava atenção pelo poderio de marcação e força. Titular absoluto no torneio, ele já era nome certo no River Plate.

7) Carlos Tevez – Aquele ano de 2003 seria marcante para o atacante. Deu mostras com o título do Sul-Americano, em que o jogador do Boca Juniors comandou nossos hermanos. Vestindo a camisa 10, deixou claro que era o líder a conduzir a equipe rumo ao título.

8) Cristian Rodríguez – Com o apelido de “Cebolla”, era um dos atacantes daquele decepcionante Uruguai. Mesmo com o apoio dos torcedores, a seleção fez campanha decepcionante. Não conseguiu sequer emplacar uma das quatro vagas no Mundial da categoria.

LEIA MAIS
DE COPA DO MUNDO A BRASILEIRO: QUEM ERAM OS JOGADORES DO MANCHESTER CITY GOLEADOS PELO MIDDLESBROUGH?