10 personagens que tiveram seu destino mudado pelo gol perdido de Diego Souza

Há exatos 8 anos, Diego Souza perdia gol histórico em jogo decisivo contra o Corinthians. Mas fica a pergunta: E se ele tivesse feito aquele gol?

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Twitter

No dia 23 de maio de 2012, Corinthians e Vasco disputavam uma vaga na semifinal da Libertadores daquele ano. Após um 0x0 em São Januário, a classificação seria decidida no Pacaembu. O jogo era tenso e o placar de 0x0 demonstrava o tamanho da pressão que havia na partida. Até que na metade do 2º tempo, Diego Souza (do Vasco), saiu na cara do goleiro Cássio (do Corinthians), com a bola conduzida desde o meio de campo. Ele bateu bem no cantinho, mas o goleiro alvinegro salvou com a ponta dos dedos.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Na sequência daquela partida, Paulinho marcaria para o Corinthians, e com o placar de 1×0, o Vasco seria eliminado. Vale lembrar que a Libertadores tinha a regra do ‘gol qualificado fora de casa’. Então, se Diego Souza tivesse feito o gol, o Corinthians precisaria fazer dois.

Pensando nisso, e aproveitando o aniversário desta data marcante, o Torcedores.com lista 10 personagens que tiveram seu destino mudado devido ao gol perdido por Diego Souza.

Cássio

O goleiro do Corinthians tinha acabado de assumir a titularidade, e por mais que já tivesse feito boas exibições, o divisor de águas foi justamente esse lance contra o Vasco. Se aquela bola tivesse entrado, Cássio poderia voltar para o banco, ou até ter sido transferido posteriormente. Não se sabe o que aconteceria, mas aquele defesa impulsionou a carreira do gigante alvinegro.

Alessandro

Um jogador que tem que agradecer Cássio, é justamente Alessandro. Foi o lateral que saiu jogando errado, na jogada em que Diego Souza perdeu aquele gol. Se aquela bola entra, Alessandro poderia cair na seleta lista de ‘vilões’ alvinegros em eliminações do Corinthians na Libertadores.

Paulinho

Herói daquela classificação, Paulinho já vinha jogando em alto nível há bastante tempo. Mas a nível de identificação, foi esse gol que o consolidou como ídolo da Fiel. Se a bola de Diego Souza entrasse, será que o Corinthians teria forças para virar o jogo? E será que Paulinho seria mesmo o herói?

Romarinho

Na época da partida, Romarinho nem estava inscrito ainda na Libertadores. O atacante chegou justamente em meio à semifinal contra o Santos. Se a bola de Diego Souza entrasse, Romarinho talvez nunca tivesse jogado a competição continental, e consequentemente, não teria feito aquele gol histórico na final contra o Boca Juniors.

Emerson Sheik

Da mesma forma, Emerson Sheik foi herói na semifinal contra o Santos, e na grande decisão contra o Boca. Se aquela bola das quartas de finais entrasse, talvez Sheik não seria ‘do mesmo tamanho’ que é hoje para a torcida do Corinthians.

Tite

Óbvio que o nome de Tite já estaria na história do Corinthians, pela reabilitação enorme e título brasileiro em 2011. Mas Tite só é Tite pela conquista da Libertadores e Mundial. Se Diego Souza fizesse aquele gol e o Timão fosse eliminado, talvez o técnico não seria ídolo incontestável da Fiel, talvez não voltasse em 2015 para ser campeão mais uma vez, e nem assumiria a seleção brasileira por seus grandiosos feitos.

Caruso

O zagueiro do Boca Juniors sofreu demais na final da Libertadores, na marcação individual de Emerson Sheik. Então dá pra dizer, que se Diego Souza fizesse o gol e classificasse o Vasco, Caruso teria que marcar outro atacante naquela decisão. Provavelmente alguém que não o provocasse tanto e nem mordesse sua mão.

Léo

O lateral do Santos, disse um ano antes ao ganhar a Libertadores que ‘queria ver se o Barcelona era tudo isso mesmo’ (O que aconteceu depois, vocês já sabem). Hipoteticamente, com o Vasco classificado para as semis, o Santos poderia muito bem se classificar para a final e ser campeão novamente. Era a chance de Léo se redimir, e não pagar pra ver se o Chelsea era tudo isso mesmo.

Fernando Torres

Pensando no Mundial vencido pelo Corinthians, se Diego Souza tivesse feito gol e eliminado o clube na Libertadores, o adversário do Chelsea obviamente seria outro. Talvez Fernando Torres pudesse se consagrar como artilheiro e herói daquele Mundial para o Chelsea, tendo em vista que outro goleiro que não fosse Cássio, poderia estar em noite menos inspirada.

Diego Souza

Claro, o próprio Diego Souza. Imagine se o meia faz aquele gol, o Vasco passa de fase e pleiteia o bicampeonato da Libertadores em 2012? Tão criticado por ‘pular de galho em galho’, Diego Souza enfim criaria uma identificação enorme com o time cruzmaltino, e com a fase que vivia, por que não sonhar com seleção brasileira? Entre todos esses personagens citados, com certeza foi o próprio atleta quem mais teve seu destino mudado devido ao gol perdido naquele jogo.

LEIA MAIS
Precisa mesmo do Jô? Veja números que justificam a permanência de Boselli no ataque do Corinthians