Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Aubameyang sair de graça seria criminoso, afirma ex-jogador

O principal atacante do Arsenal está em final de contrato e ainda não renovou com a equipe londrina

Matheus Rodrigues
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/ (@Aubameyang7)

De acordo com o ex-jogador do Arsenal, David O’Leary; jogador que mais atuou pelos Gunners, com 722 jogos; seria imperdoável se o clube deixasse Aubameyang sair de graça ao final da atual temporada.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

O atacante de 30 anos é o principal pilar ofensivo do sistema tático de Mikel Arteta. Afinal desde sua chegada em 2018 Aubameyang é o maior artilheiro do elenco londrino.

No entanto, seu contrato está no final e o jogador está livre para assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe. Caso ele acerte com outro clube, saíra do Arsenal à custo zero.

Sendo assim, O’Leary comentou sobre a possibilidade: “Penso que o clube já aprendeu com o passado que deixar os contratos acabarem e os jogadores saírem a custo zero não traz qualquer benefício a nível financeiro. Espero que o Aubameyang renove porque a média de gols que tem é inacreditável. Têm de perceber se ele quer ficar. Caso contrário, tem de ser vendido para permitir algum encaixe. Seria criminoso, em diversos aspetos, deixá-lo sair a custo zero.”

Até então, o atacante gabonês soma 61 gols e 13 assistências em 97 jogos pelo Arsenal.

LEIA MAIS

Guardiola pede contratação de Alex Telles e pode atrapalhar PSG

PSG oferece 60 milhões por Milinkovic-Savic, mas não agrada Lazio