Dia nacional do vôlei: 10 títulos inesquecíveis da seleção brasileira

27 de junho é marcado como a dia nacional do vôlei. Devido às conquistas tanto de homens quanto de mulheres na seleção, a modalidade pentacampeã olímpica no Brasil, se tornou um dos esportes mais praticados no país

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Montagem sobre imagens de divulgação

O vôlei brasileiro é marcado por inúmeros títulos olímpicos e atletas que fizeram essa história acontecer. Por isso, a modalidade ganhou um dia nacional do vôlei no país. Apenas na quadra, são cinco ouros em Olimpíada, somados à três pratas e dois bronzes.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Por sua vez, nas areias são três ouros, sete pratas e três bronzes, totalizando 13 medalhas olímpicas. Shelda e Adriana, Jackie e Sandra, Ricardo e Emanuel e Juliana e Larissa são algumas das duplas que fizeram história na modalidade.

Tudo começou com a geração de prata comandada por Renan Dal Zotto e Bernard nos 80. Depois, a seleção feminina de Fernanda Venturini e Ana Moser iniciou o legado para a geração de Sheilla e companhia fazer história com duas medalhas olímpicas.

Atualmente, a seleção masculina é comandada por Renan Dal Zotto e tem em Bruninho e Lucarelli como as grandes lideranças do elenco. No ano passado, com um elenco renovado, os brasileiros faturaram a Copa do Mundo em uma campanha brilhante.

Em contrapartida, as mulheres vivem um momento delicado após a geração bicampeã olímpica. Com a aposentadoria das veteranas, Zé Roberto se viu sem saída e precisou efetivar as mais novas de imediato.

No início, deu certo. Mas logo depois, a seleção sofreu com a falta de uma liderança no elenco. Gabi é o principal pilar da nova geração e uma das esperanças para a equipe brasileira subir mais uma vez no pódio em Tóquio.

Dia nacional do vôlei: 10 títulos marcantes do vôlei brasileiro

Único ouro brasileiro entre as mulheres no vôlei de praia

Jackie Silva e Sandra Pires fizeram história na década de 90 como uma das maiores jogadoras de todos os tempos. A dupla foi impecável em Atlanta-1996 e subiu ao lugar mais alto do pódio, marcado como o único ouro das mulheres na modalidade.

Ricardo e Emanuel em Atenas-2004

Quem acompanha o vôlei há algum tempo tem vivo na memória as conquistas de Ricardo e Emanuel. Os dois além de terem sido ouro em Atenas, de maneira impecável, conquistaram inúmeros outros títulos e marcaram uma geração inteira.

Era de ouro de Bernardinho na seleção masculina

Após não dar certo na seleção feminina nos anos 90, Bernardinho marcou história entre os homens no século 21. O treinador do Sesc/Flamengo conquistou a tríplice coroa logo de cara: Mundial de 2002, Copa do Mundo 2003 e Olimpíada em 2004.

Depois, o time brasileiro foi novamente campeão mundial em 2006 e vice-campeão em Pequim-2008. Em 2010, o terceiro título mundial, seguido de mais um vice olímpico em 2012. Quatro mais tarde, o carioca se despediu do comando da seleção brasileira com mais um ouro, dessa vez em casa.

Geração bicampeã olímpica de José Roberto Guimarães

Único tricampeão olímpico brasileiro, Zé Roberto comandou em Pequim e Londres a melhor geração da história do vôlei feminino. Liderada por Sheilla, Fabiana, Fabi, Paula Pequeno e Fofão, o Brasil finalmente subiu ao lugar mais alto do pódio entre as mulheres, em 2008.

Posteriormente, os brasileiros viram a aposentadoria de alguns nomes dourados e o surgimentos de novas estrelas. Com Paula no banco, Fernanda Garay assumiu a ponta ao lado de Jaqueline e ajudou a trazer o bi olímpico, em Londres.

LEIA MAIS

Dia nacional do vôlei: 16 brasileiros que fazem parte do hall da fama