Governador do Rio Grande do Sul, sobre o retorno do futebol: “Não é prioridade”

O Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), voltou a falar sobre o futebol, porém, ele disse que o retorno do esporte não é prioridade no estado, além disso, falou que o retorno do futebol traria aglomerações, portanto os torcedores terão que esperar mais um pouco.

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“O retorno do futebol, neste momento, não é prioridade. Por mais que sejam jogos com portões fechados, (isto) provocará algum tipo de aglomeração em turmas e amigos que se reúnem para assistir. Vamos precisar ganhar mais tempo para a volta do futebol”, disse o governador em transmissão pela internet.

O governador também afirmou que por enquanto academias e clubes estão permitidos para realizar atividades sem contato físico. Leite ainda disse que nessa semana poderemos ter informações sobre a continuidade do Campeonato Gaúcho.

“Estamos analisando dados e informações do pedido da FGF e por enquanto o que está permitido é preparação física, como numa academia e clubes esportivos também, sem contato. Estamos passando por momento mais sensível, delicado. É possível nessa semana que a gente tenha uma resolução para definir se há possibilidade de retorno e conclusão do campeonato. E isso implica análise sobre contato físico nos treinos, naturalmente. Mas estamos analisando a situação mais delicada do estado, com bandeiras vermelhas e reincidência em bandeiras vermelhas”, finalizou o governador.