Lugano relembra cavadinha de Loco Abreu: “Ele a fez porque sabia que entraria para história”

Para Lugano, Loco Abreu conseguiu entrar para a história, já que até hoje as perguntas são relacionadas a batida do jogador e não sobre a boa campanha do Uruguai

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Reprodução

 

A classificação de Gana para as quartas de finais, a “defesa” de Suárez e a cavadinha de Loco Abreu entraram para a história da Copa do Mundo de 2010. Em entrevista ao UOL Esporte, Lugano, superintendente de relações internacionais do São Paulo relembrou a batida irreverente de seu companheiro de seleção.

“Estava na cara que faria algo diferente para ficar na história. É a personalidade dele, mas era tanta a atenção e a vontade naquele jogo que não queríamos acreditar que ele fosse jogar todo o prestígio da vida dele, da história, e o nosso, arriscando uma cavadinha, né?”, disse Lugano.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Lugano também revelou que todo o elenco uruguaio sabia que Loco Abreu tentaria algo diferente: “Quando ele foi andando para a bola, com aquela tranquilidade e confiança, sabia que vinha o desejo de glória, porque o Loco é assim. Imediatamente veio na cabeça que o filho da mãe preferiria arriscar tudo, mas fazer o diferente e passar para a história. Ele fez a cavadinha porque sabia que entraria para história. Ele fala que é porque viu o goleiro, mas é mentira [risos]”, afirmou o ex-jogador.

Capitão daquela equipe, Lugano também recordou a boa campanha que a seleção fez naquela Copa do Mundo, mas o que marcou foi justamente a batida de Loco Abreu, ou seja, ele conseguiu entrar para a história.

“Era para ser um gol diferente, um momento diferente, e para passar para a história. Tanto é assim que, dez anos depois, a pergunta é sobre a cavadinha do Abreu, sendo que a gente fez uma baita Copa do Mundo, não sofremos gol na primeira fase, Suárez foi monstruoso, Forlán, o melhor jogador da Copa…e a pergunta é da cavadinha!”, disse.