Simeone sobre tempo de Griezmann em campo: “Perdemos uma final de Champions por três minutos”

O treinador falou também sobre a evolução do Atlético

Eduardo Statuti
Estudante de jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei. No Torcedores desde 2019.

Crédito: Reprodução Twitter Atlético de Madrid

Em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira, 2, Diego Simeone falou um pouco sobre o que aconteceu no jogo contra o Barcelona. Em relação a Griezmann, o argentino minimizou as polêmica pelo francês ter sido posto em campo por apenas quatro minutos. “Três minutos podem ser determinantes. Perdemos uma final de Champions por três minutos”, valorizou o treinador.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

Simeone falou sobre a crescente que a equipe vinha antes da pausa provocada pelo coronavírus, após a grande classificação na Champions League. “Havíamos vencido o Liverpool em uma grande partida que podia nos dar impulso. Muitas vezes nos apressamos. E La Liga premia a regularidade no final da temporada. Contudo, não há uma valorização para a gente. O crescimento que acontecia antes do Liverpool irá prosseguir. Voltamos na busca de chegar onde queríamos chegar e nos comportamos em consequência disso. Temos um elenco muito compromissado. Continuarão melhorando e ainda restam cinco rodadas difíceis com todos os rivais que vão competir até o final”, analisou treinador.

Durante a coletiva, o argentino foi questionado sobre como consegue manter os jogadores conectados. “A grande responsabilidade deles com o grupo. Os jogadores são o mais importante, nós só traçamos o caminho. Eles que conduzem ao objetivo”, explicou o treinador.

Sobre Griezmann, Simeone não quis comentar muito a respeito de sua mudança para o Barcelona. “Não quero falar sobre isso. Nós estamos jogando muito nessas partidas que restam. Não é um tema importante para nós”, disse o treinador quando foi questionado sobre o assunto. Quanto à entrada do jogador apenas aos 90 minutos, o  argentino não desprezou o tempo que o francês ficou em campo. “Não conduzo um caminhão, mas sim um grupo de jogadores. Três minutos podem ser determinantes. Perdemos uma final de Champions por três minutos”, relembrou o argentino.

 

LEIA MAIS:

James Rodríguez já esteve perto de acertar com o Atlético de Madrid

Palmeiras: novos exames mostram que mais um jogador está com coronavírus