Jogador recusa convocação para seleção em protesto ao governo na Bielorrússia

Ilya Shkurin de 20 anos, não quis saber de defender as cores do seu país, que vive grave crise política

Hugo R. Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/CSKA Moscou

O jovem atacante Ilya Shkurin, que atua no CSKA Moscou, tomou uma decisão que surpreendeu a muitos. Ele recusou uma convocação da seleção da Bielorrússia como protesto contra o presidente da Bielorrússia Alexandr Lukashenko, que atualmente vive grande contestação de seu povo.

Quem comunicou a decisão foi o próprio jogador pelas redes sociais. “Me recuso a representar os interesses da seleção enquanto Lukashenko estiver no poder. Viva a Bielorrússia”, escreveu o atleta. Assim, ele ficará fora da estreia do seu país contra a Albânia, pela Liga das Nações, em 4 de setembro.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Chama atenção o fato de que Shkurin estrearia na seleção nacional. Entretanto, este fato ficará para uma nova oportunidade. Causou surpresa também pelo fato do profissional ser uma grande promessa no país europeu. Em 2019, marcou 19 vezes em 26 partidas pelo Energetik-BGU Minsk.

A Bielorrússia vive um clima de guerra civil desde as denúncias de fraudes e abuso de poder por parte de seu governante Alexandr Lukashenko. O político está há 26 anos no poder.

Nas últimas horas, um referendo foi proposto e Lukashenko estaria disposto a entregar o cargo. Caso isso aconteça, Ilya Shkurin pode rever sua atual decisão.

LEIA MAIS
EMRE CAN CONTA QUE RECUSOU MANCHESTER UNITED ANTES DE ACERTAR COM O BORUSSIA DORTMUND