Libertadores: Conmebol vive impasse para a exibição do torneio no Brasil, diz site

Torneio internacional está marcado para recomeçar no dia 15 de setembro

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

Responsável por organizar a realização da Libertadores, a Conmebol encontra dificuldades para definir quais veículos de comunicação vão exibir o torneio internacional no Brasil. O motivo é financeiro. A entidade deseja 350 milhões de dólares (quase R$ 2 bilhões). A informação é do site UOL.

De acordo com o portal de notícias, Grupo Globo, RedeTV!, Band, Disney, Facebook e Youtube fizeram propostas, mas não chegaram a tal valor.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Nesse sentido, a IMG e Perform (agências responsáveis pela venda dos direitos de transmissão da Libertadores) podem ter de pagar a diferença à Conmebol.

A entidade sul-americana, por sua vez, está preocupada e tenta evitar prejuízo aos parceiros. “O impasse segue. Parte dos envolvidos ainda aposta em um desfecho até o fim de semana”, publica o UOL.

A Libertadores está marcada para recomeçar no dia 15 de setembro após meses de paralisação em virtude da pandemia do coronavírus.

Leia também:

Flamengo x River Plate: reprise da final da Libertadores atinge 68% participação de audiência

Copa do Mundo 2022: eliminatórias sul-americanas devem começar em setembro, diz Conmebol

Galvão define como “linda” homenagem feita pela Conmebol e diz: “não esperava”