Home Vôlei Mundial de Clubes de vôlei 2020 masculino e feminino é cancelado

Mundial de Clubes de vôlei 2020 masculino e feminino é cancelado

A Federação Internacional de vôlei cancelou o Mundial de Clubes 2020 feminino e masculino que seria realizado na China e Itália no final do ano

Guilherme Azevedo
Colaborador do Torcedores.com.
Mundial de Clubes

Foto: Divulgação/FIVB

PUBLICIDADE

Mais um grande torneio do esporte foi cancelado em 2020 por conta da pandemia do coronavírus. O Mundial de Clubes de vôlei foi cancelado pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB). Dessa forma, a edição que seria realizada na China (feminino) e na Itália (masculino) não irá mais acontecer. Por outro lado, a edição de 2021 será analisada em meados de outubro para uma eventual definição do calendário.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Mundial de Clubes em 2019 foi dominado por times italianos

Em 2019, o Conegliano ganhou o Mundial de Clubes feminino realizado na China. As italianas bateram o Eczacibasi, ex-time da ponteira Natalia, por 3 sets a 1 na decisão. O Vakif da ponteira Gabi Guimarães foi medalha de bronze na competição. Assim, foi o primeiro titulo conquistado pelo Conegliano. Minas e Praia, representantes brasileiros, ficaram em 5º e 6º na competição.

PUBLICIDADE

Já no masculino, o título do Mundial de Clubes foi conquistado pelo Cvitanova. O time italiano, comandado pelo levantador Bruno Rezende, bateu o Sada Cruzeiro na final por 3 sets a 1 e conquistou a taça pela primeira vez. Bruninho foi eleito o MVP da competição e comandou a equipe na conquista inédita. Atualmente, Bruninho é o levantador do Taubaté.

O Minas é o atual tricampeão sul-americano feminino de vôlei e participaria do Mundial de Clubes na China. Enquanto isso, o Cruzeiro foi campeão sul-americano no masculino e também garantiu sua vaga para o Mundial na Itália. O time azul celeste é tricampeão mundial de vôlei e, dessa forma, a única equipe brasileira campeã no masculino.

LEIA MAIS
Liga das Nações 2021 é marcada para maio e Brasil conhece adversários