Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Real Madrid e Tottenham potencializam relação no mercado em novos acordos; relembre negociações

Merengues e Spurs são conhecidos por protagonizarem negócios entre jogadores ao longo dos últimos anos

Luiz Felipe Longo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Real Madrid

Dois companheiros de negócios. Assim podemos definir a relação entre Real Madrid e Tottenham. Famosos por negociações ao longo dos últimos anos, os dois times voltaram a potencializar o mercado de transferências. Isso se deu graças a dois jogadores: Gareth Bale e Sergio Reguilón.

Os dois não estavam nos planos de Zinedine Zidane, técnicos dos Merengues, para esta temporada. Assim, procuraram um novo destino. Os Spurs apareceram como interessados na dupla. O galês retorna ao clube onde se destacou por empréstimo até junho de 2021, enquanto o espanhol assina até 2025 por R$170 milhões.

Essa não é a primeira vez que Real Madrid e Tottenham fazem negociações em janelas de transferência. A primeira delas aconteceu em 2010, quando Rafael Van der Vaart trocou a Espanha pela Inglaterra. Os valores giraram em torno de 10 milhões de euros. Apesar da troca, o meia esteve longe da forma ideal nas equipes.

A outra envolveu Luka Modric. O jogador se transformou em um dos principais nomes dos Merengues desde 2012 ao fazer o caminho inverso do holandês. Responsável por girar a engrenagem do meio-campo, foi eleito o melhor do mundo dois anos atrás. Na ocasião, os espanhóis desembolsaram 35 milhões de euros pela contratação.

Compare o desempenho dos jogadores em Real Madrid e Tottenham

Rafael Van der Vaart
Real Madrid (2008-2010): 73 jogos e 12 gols
Tottenham (2010-2013): 77 jogos e 28 gols

Luka Modric
Tottenham (2008-2012): 159 jogos e 17 gols
Real Madrid (2012-até hoje): 343 jogos e 22 gols

Resta saber como será os desempenhos de Bale e Reguilón. O atacante tenta pagar a má imagem deixada pelo fim de passagem no Real Madrid, quando muitos o acusaram de fazer “corpo mole”. Já Reguilón chega após boa temporada emprestada ao Sevilla, em que fez 38 jogos e três gols.

LEIA MAIS
E o Brasil? Artilheiro máximo por seleções europeias, Cristiano Ronaldo ainda busca gol contra maior campeão do mundo