Coronavírus: tenista norte-americano testa positivo e foge da Rússia

Tenista norte-americano Sam Querrey foi testado positivo para o coronavírus, quebrou protocolo e fugiu de jatinho particular da Rússia

Guilherme Azevedo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Divulgação/AELTC

O tenista Sam Querrey fugiu da Rússia após testar positivo para o coronavírus. Segundo informações do jornalista Ben Rothenberg, o norte-americano fugiu de jatinho particular e não seguiu as regras de protocolo do país. Atualmente número 49 do mundo, o tenista estava no país para disputar o ATP 500 de São Petersburgo.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Esposa e filho de Sam Querrey também pegaram coronavírus

Dessa forma, Querrey quebrou o protocolo que deve ser seguido no país. A regra local é que os contaminados por coronavírus fiquem hospitalizados por 15 dias. Além de Sam Querrey, a esposa e o filho de oito meses também foram diagnosticados por covid-19. Por enquanto, o norte-americano não foi encontrado.

A ATP comentou através de um comunicado a quebra do protocolo de coronavírus cometida por Sam Querrey. “A ATP está ciente de um incidente envolvendo um jogador que cometeu uma violação grave do protocolo de Covid-19 no torneio de São Petersburgo. A adesão aos protocolos de segurança é fundamental para garantir que os eventos ocorram com segurança e dentro das diretrizes estabelecidas pelas autoridades locais”, afirmou.

Por fim, a organização ressaltou que “os jogadores e os membros de sua equipe de apoio são lembrados de que violações de protocolo podem prejudicar a capacidade de operação de um evento e ter repercussões no restante do circuito. De acordo com o código de conduta da ATP, estamos levando esse assunto muito a sério, pois uma investigação está em andamento”.

Sam Querrey iria participar do ATP 500 na Rússia que está sendo realizado nessa semana. Ele não passou da primeira rodada no US Open e em Roland Garros. O cabeça de chave 1 do torneio, Daniil Medvedev, não passou da estreia. Dessa forma, o maior cabeça de chave ainda vivo no torneio é o canadense Denis Shapovalov. Por causa do coronavírus, o Torneio de São Petersburgo virou ATP 500 para 2020.

LEIA MAIS
Após suspensão das atividades pela pandemia, Federação confirma retomada do tênis em Mato Grosso