Dirigente cita “jogada de mestre” de Renato no Grêmio e diz que não trocaria Pepê por Cebolinha: “Será mais completo”

Cláudio Oderich, vice-presidente de futebol do Grêmio, concedeu entrevista à Rádio Bandeirantes

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Divulgação/Grêmio

A recuperação do futebol de Jean Pyerre, destaque do Grêmio nas últimas partidas, é mérito do técnico Renato Portaluppi, conforme avaliação feita por Cláudio Oderich, vice-presidente eleito do clube, em entrevista concedida neste domingo à Rádio Bandeirantes.

O próprio ato em decidir dar a camisa 10 para o meia faz de Renato um “mestre” na gestão da situação do jogador, que vinha com várias lesões seguidas e sem ter sequência, na avaliação do dirigente:

“Temos que estar com a cabeça boa pra fazer um programa de rádio, por exemplo. Jean Pyerre tinha alguns problemas que interferiram nisso. Dar a camisa 10 pra ele foi uma jogada de mestre do Renato, também”, declarou.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Pepê ou Everton? Dirigente do Grêmio fica com o 1°

Vivendo uma fase especial na carreira, Pepê desperta constantemente interesse de clubes da Europa, como o Porto, por exemplo. Internamente, o Grêmio admite que terá dificuldades para segurá-lo em 2021, e Oderich já o vê com futuro superior a Everton Cebolinha.

“O Renato deu uma outra forma de jogar, de aparecer no meio pro Pepê que o Everton fazia pouco. Na minha avaliação, o Pepê será mais completo que o Everton. Não (troco), o Everton não está muito bem lá no Benfica, fico com o Pepê”.

Em seguida, Oderich falou da situação negocial de Pepê, cujo contrato vai até 2024.

“Se o Porto depositar a multa, não teremos o que fazer. Do contrário, Pepê fica até o final dos campeonatos e quem sabe se chegarmos no Mundial”, concluiu.

LEIA MAIS:

Matheus Henrique cita brincadeiras com meia do Inter e diz que Kannemann é quem mais cobra: “Ele se transforma”

Presidente do Inter aponta erro do juiz no último Gre-Nal e minimiza jejum no clássico: “Estamos na frente desde 1945”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram