Dodi deixará o Fluminense rumo ao futebol do Japão

Volante aceitou proposta do Kashiwa Reysol e deixará Tricolor ao final de seu contrato, em dezembro

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Fluminense

Depois de ser afastado do Fluminense por divergências em suas negociações para renovar contrato, o volante Dodi já sabe onde jogará em 2021. Segundo o Globoesporte.com, o atleta deixará o Tricolor rumo ao Kashiwa Reysol (JPN).

O acerto com o Kashiwa Reysol em bases salariais de cerca de R$ 450 mil mensais (R$ 5,4 milhões por ano). A proposta dos japoneses é bem maior do que o Flu ofereceu a Dodi para renovar o contrato.

Com o acerto, o volante ficará nas Laranjeiras até 31 de dezembro, quando acaba seu contrato com o time carioca. O jogador seguirá treinando com o time sub-23 no restante do tempo em que seu vínculo com o time durar, para daí se juntar ao Kashiwa.

O Fluminense chegou a fazer três tentativas de ofertas de renovar contrato com Dodi, mas todas recusadas. Uma proposta dos empresários, com contrato de quatro anos e R$ 250 mil mensais, também foi recusada, com a diretoria oferecendo aumento progressivo do salário (de R$ 150 mil no primeiro tempo a R$ 220 mil no quarto ano).

Na última semana, em reunião, o estafe do volante disse ao Fluminense sobre a impossibilidade de acordo pelo fato de que o jogador estaria prestes a se transferir para o exterior. Depois de forte discussão, a diretoria decidiu por afastar Dodi do time principal para evitar perda de foco do atleta por causa da possível transferência.

LEIA MAIS

Flamengo, Palmeiras e mais: veja Maradona com camisas de times brasileiros

(Divulgação/Site Oficial do Fluminense)