Jovem meia do Grêmio não se firma no time de cima, “desce” e desabafa após gol: “Tinha perdido a alegria de jogar”

Depois de algumas oportunidades no time principal, Patrick está atuando na equipe sub-23 do Grêmio

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/Instagram

Após começar o ano ganhando chances no time titular com o técnico Renato Portaluppi, que ainda não contava com Jean Pyerre 100% nem Thiago Neves, Patrick não conseguiu dar sequência na equipe principal do Grêmio e foi perdendo espaço dentro do plantel.

A perda de protagonismo fez o jovem meia de 21 anos “descer” ao time de transição que está jogando o Brasileirão de Aspirantes até 23 anos. Na última quinta, ele marcou um dos gols do empate em 2×2 com o Bragantino, que classificou o time à próxima fase e escreveu um desabafo em suas redes sociais.

“A um mês atrás tinha perdido a alegria de jogar futebol, estava cansado mentalmente e muito triste com algumas coisas que vinham acontecendo em minha vida. Tive a ajuda de minha família e de alguns amigos que me apoiaram e me deram força pra seguir. Eu sabia que não seria fácil, mas tinha certeza que iria passar pelo que estava passando. Trabalhei e me foquei o máximo possível. Hoje fico feliz a estar fazendo o que amo, com total certeza que tudo na nossa vida passa. Agradeço a Deus e todos que em ajudaram. Seguimos o foco no objetivo”, postou.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Continuidade no Grêmio esteve por um fio

Patrick, que esteve emprestado ao Criciúma recentemente, novamente ficou perto de deixar o Grêmio. O Lille, da França e o Vasco da Gama foram os clubes que demonstraram interesse em tê-lo em 2020, mas as negociações acabaram não vingando.

Com o Grêmio, segundo o portal Transfermarkt, o contrato do meia Patrick tem validade até 31/03/2021.

LEIA MAIS:

Matheus Henrique cita brincadeiras com meia do Inter e diz que Kannemann é quem mais cobra: “Ele se transforma”

Presidente do Inter aponta erro do juiz no último Gre-Nal e minimiza jejum no clássico: “Estamos na frente desde 1945”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram