Rodinei diz que “não há muito o que falar” após derrota, mas condena gol olímpico: “Hoje em dia é inadmissível”

Lateral-direito colorado Rodinei foi titular na derrota de 2×1 diante do Fluminense no Beira-Rio

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução

O gol cedo marcado por Maurício deu ao torcedor do Inter a esperança de um resultado melhor neste domingo, mas a expectativa durou apenas até o segundo tempo, quando o Fluminense virou para 2×1 dentro do Beira-Rio e impôs ao colorado uma nova derrota no Brasileirão.

Sendo que o empate, feito pelo ex-colorado Lucca, foi em um gol olímpico, algo imensamente criticado pelo lateral-direito Rodinei na saída de campo.

“Agora não tem muito o que falar nessa hora de derrota. A gente sabe que tomou um gol de bola parada. Hoje em dia é inadmissível sofrer um gol olímpico. Erro do grupo inteiro. Não tem como falar de erro individual. Agora vamos virar a chave. Seguimos brigando em cima no Brasileirão, e sabíamos que não poderíamos perder esse jogo em casa. Temos que descansar para o jogo importantíssimo contra o Boca Juniors e voltar a vencer”, declarou.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

O específico lance fez a torcida colorada nas redes sociais se voltar completamente ao goleiro Marcelo Lomba. A bola batida por Lucca foi a meia altura e não contou com desvio, mas, ainda assim, ficou fora do alcance da trajetória adotada pelo arqueiro.

O resultado tira do Inter a chance de encostar novamente na liderança, já que o clube fica em 4° lugar com 36 pontos. Na quarta-feira, também em casa, o Boca Juniors será o rival pela ida das oitavas da Libertadores.

LEIA MAIS:

Matheus Henrique cita brincadeiras com meia do Inter e diz que Kannemann é quem mais cobra: “Ele se transforma”

Presidente do Inter aponta erro do juiz no último Gre-Nal e minimiza jejum no clássico: “Estamos na frente desde 1945”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram