UFC 255: Deiveson e Valentina vencem e mantém cinturões

Divisões masculina e feminina dos moscas do UFC tiveram títulos defendidos neste sábado (21)

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial UFC Brasil

O UFC 255 agitou o sábado da principal organização de MMA do mundo. Em Las Vegas (EUA), os cinturões masculino e feminino do peso-mosca foram defendidos e seus respectivos campeões, Deiveson Figueiredo e Valentina Shevchenko, mantiveram seus respectivos lugares como ‘chefes’ da divisão.

Na luta principal da noite, Deiveson Figueiredo encarou o americano Alex Perez em sua primeira defesa do título da categoria. E o ‘Deus da Guerra’ não decepcionou ao finalizar o rival com guilhotina ainda no primeiro round para manter o título com o Brasil.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Valentina Shevcheko, por sua vez, encarou a brasileira Jennifer Maia em mais uma defesa do cinturão. Ao contrário de outras lutas, quando conseguiu nocautear, a quirguistanesa fez uma luta parelha com Jennifer, mas saiu com a vitória e o título mantidos na decisão dos juízes.

O Brasil foi representado no UFC 255 por outros dois lutadores. Maurício Shogun abriu o card principal encarando o escocês Paul Craig e não resistiu aos golpes do rival, sendo forçado a bater em desistência levando um brutal ground and pound do adversário. Já Ariane Lipski encarou a irmã de Valentina, Antonina Shevchenko, e acabou sendo derrotada.

Resultados UFC 255 – Figueiredo vs. Perez

Card principal

Deiveson Figueiredo (BRA) venceu Alex Perez (EUA) por finalização/guilhotina (primeiro round, 1:57) – pelo cinturão masculino dos moscas, Deiveson manteve o título

Valentina Shevchenko (KGZ) venceu Jennifer Maia por decisão unânime dos jurados (triplo 49-46) – pelo cinturão feminino dos moscas, Shevchenko manteve o título

Tim Means (EUA) venceu Mike Perry (EUA) por decisão unânime dos jurados (30-27 e duplo 29-28)

Katlyn Chookagian (EUA) venceu Cynthia Calvillo (EUA) por decisão unânime dos jurados (triplo 30-27)

Paul Craig (ESC) venceu Maurício Shogun (BRA) por nocaute técnico (terceiro round, 3:36)

Card Preliminar

Brandon Moreno (MEX) venceu Brandon Royval (EUA) por nocaute técnico (primeiro round, 4:59)

Joaquin Buckley  (EUA) venceu Jordan Wright (EUA) por nocaute (segundo round, 0:18)

Antonina Shevchenko (KGZ) venceu Ariane Lipski (BRA) por nocaute técnico (segundo round, 4:33)

Nicolas Dalby (DIN) venceu Daniel Rodriguez (EUA) por decisão unânime dos jurados (30-27 e duplo 29-28)

Alan Jouban (EUA) venceu Jared Gooden (EUA) por decisão unânime dos jurados (triplo 30-27)

Kyle Daukaus (EUA) venceu Dustin Stoltzfus (EUA)  por decisão unânime dos jurados (30-26 e duplo 30-27)

Sasha Palatnikov (HKG) venceu Louis Cosce (EUA) por nocaute técnico (terceiro round, 2:27)