Cruzeiro: Felipão lamenta ‘vacilo’ em gol de empate do Avaí

Raposa levou empate de time catarinense com gol marcado nos acréscimos do segundo tempo

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro tropeçou mais uma vez no Campeonato Brasileiro da Série B ao empatar com o Avaí por 1 a 1 nesta sexta-feira (18) na Ressacada. Um empate que ocorreu nos minutos finais do segundo tempo da partida, com a Raposa vencendo o jogo por 1 a 0.

A jogada saiu em cobrança de falta na qual, após Arthur Caíke afastar, Patrick Brey não conseguiu evitar o cruzamento de Edílson (ex -atleta da Raposa) que rendeu o gol de Valdívia, aos 48 minutos. Felipão lamentou ter cedido o gol no momento decisivo da partida

Foi um vacilo da nossa parte. Acho que eles fizeram um gol por justiça, por estarem posicionados naquela bola. Não temos do que reclamar, temos é que reclamar do nosso posicionamento, de não acompanhar quem cruzou, para quem sobrou, uma série de detalhes que iremos conversar“, disse Felipão.

Na bola área,  conseguimos tirar. O problema é quem estava na marcação da segunda bola, não acompanhou. Aí cruzaram a bola de novo e tomamos o gol. Precisamos ter cuidado na segunda bola, no acompanhamento da bola, para que ela possa ser nossa novamente. E não estamos conseguindo“, completou o técnico cruzeirense.

Ao analisar o fato de que o Cruzeiro tem tropeçado bastante  num momento em que precisa se afirmar para sonhar até com acesso, Felipão disse ver os jogadores da Raposa ‘inexperientes’ em certas situações de jogo que poderiam render pontos que foram desperdiçados.

Já sabíamos como começamos, o Cruzeiro sabia quando montou essa equipe. Agora teremos que pensar, relativamente, para somar os pontos necessários para nosso primeiro objetivo que é não cair para a Série C“, disse,

LEIA MAIS

Com três brasileiros, veja os 10 clubes com mais vitórias na história da Libertadores

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)