Cruzeiro vê sequência contra rivais pelo G-4 no horizonte pela Série B

As próximas cinco partidas da Raposa na competição serão contra times que brigam pela parte de cima da tabela

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Desde que Felipão chegou ao Cruzeiro, o time mineiro deixou o risco da briga contra o rebaixamento na Série B e passou a sonhar com algo maior, o acesso para a Série A. Para isto, a Raposa terá que passar por uma sequência complicada nas próximas rodadas.

Os próximos cinco rivais cruzeirenses são todos contra times que brigam por um lugar entre os quatro primeiros. A sequência começa nesta terça-feira (15), diante do CSA no Mineirão e termina no dia 8/1, em São Luís, contra o Sampaio Corrêa. Entre estas duas partidas, a equipe celeste ainda jogará contra Avaí (dia 18), Ponte Preta (dia 22) e Cuiabá (dia 29).

Atualmente em 11º lugar, com 38 pontos, o Cruzeiro venceu dois dos últimos três jogos na temporada e vem tendo um grande aproveitamento com Felipão. Agora, são sete pontos que separam a Raposa do G-4, cujo quarto colocado é, justamente, um dos rivais da sequência futura, o Sampaio Corrêa, com 45.

De acordo com o Globoesporte.com, se o aproveitamento cruzeirense com o atual treinador for mantido nessa série, a chance é de que o clube termine estes cinco jogos com 48 pontos ganhos, tendo conquistado dez de 15 pontos possíveis e chegar a 48 pontos ganhos, três a mais do que os 45 pontos que são considerados o ‘limite’ para um time escapar da degola de vez.

A meta de Felipão é de que o Cruzeiro mire 43 ou 44 pontos para se declarar livre do risco de degola, o que pode acontecer se vencer seus dois próximos jogos na temporada.

LEIA MAIS

CSA e Avaí na Série B, clássico contra o Atlético-MG no Sub-20 e mais; confira a agenda da semana no Cruzeiro

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)