Quem são os candidatos aos prêmios de Jogador Defensivo e Ofensivo do ano na NFL

A corrida para vencer os prêmio de DPOY e o OPOY está apertada e deve ser definida nas últimas semanas da temporada

Thais May Carvalho
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Justin Edmonds/Getty Images

Faltando apenas 4 semanas para o final da temporada regular da NFL de 2020, alguns atletas começam a despontar como favoritos na corrida pelos prêmios de melhor jogador defensivo e ofensivo. A seguir, nós listamos para você os principais concorrentes de cada categoria, inclusive os melhores novatos do ano.

DEFENSIVE PLAYER OF THE YEAR

Crédito foto: Wesley Hitt/Getty Images

Entre os defensores da NFL em 2020, três nomes se destacam e são os favoritos para ganhar o prêmio de DPOY: T.J. Watt, Aaron Donald e Myles Garrett.

Dentre eles, T.J. Watt é o principal jogador da melhor da liga neste ano, e inclusive ele já ganhou o prêmio de melhor defensor nos meses de outubro e novembro na AFC. Ao todo, Watt tem 12 sacks, 37 QB hits, 44 tackles (19 deles para perda de jardas), uma interceptação e um fumble forçado. 

Desde que entrou na liga, Aaron Donald sempre foi cotado como um dos melhores defensores da NFL e, apesar de já ter vencido o prêmio duas vezes (em 2017 e 2018), é difícil argumentar que ele não mereça um terceiro troféu. Em 2020, o DL dos Rams tem 11 sacks, 22 QB hits, 34 tackles (9 para perda de jardas) e 4 fumbles forçados. E tudo isso enquanto enfrenta bloqueios duplos na maioria dos snaps.

Após ser suspenso dos últimos seis jogos da temporada passada, Myles Garrett voltou melhor do que nunca para 2020 e foi considerado o melhor defensor na Conferência Americana em outubro. No total, Garrett foi responsável por 33 tackles (8 para perda de jardas), 10,5 sacks, 15 QB hits e ainda forçou 4 fumbles.

Menções honrosas: além dos três citados acima, outros jogadores que podem conquistar alguns votos de melhor defensor são Khalil Mack, Joey Bosa e Buda Baker. Todos são essenciais para suas equipes e fazem ótima temporada, mas não estão nos melhores anos de suas carreiras ou no mesmo nível de Watt, Donald e Garrett.

OFFENSIVE PLAYERS OF THE YEAR

Crédito foto: Sean Gardner/Getty Images

Fato é, quem não ganhar o prêmio de MVP entre Patrick Mahomes e Aaron Rodgers deve vencer o título de melhor jogador ofensivo de 2020. No entanto, um outro nome tem muita força nessa corrida – Dalvin Cook.

No início da temporada, Patrick Mahomes não estava sendo cotado como MVP ou OPOY, mas tudo isso mudou nas últimas semanas e ele até levou o prêmio de melhor jogador ofensivo da AFC em novembro. Em 2020, Mahomes tem uma média de 38 passes por jogo, rating de 113.8, 68% de passes completos, mais de 3800 jardas lançadas e 240 corridas, 33 touchdowns (2 pelo chão e 31 pelo ar) e apenas 2 interceptações e 2 fumbles sofridos.

Outro que vem crescendo na conversa sobre os melhores jogadores da temporada é Aaron Rodgers, que, com exceção da partida contra Tampa Bay, está brilhando em 2020. Ao todo, ele tem média de 35 passes por jogo, 118.5 de rating, 69% de passes completos, 3400 jardas lançadas, 37 touchdowns (sendo um deles terrestre) e somente 4 interceptações e 3 fumbles. Nesse ritmo, ele terá números melhores do que em 2014, quando ganhou seu segundo prêmio de MVP (o outro foi em 2011).

A boa notícia para Dalvin Cook é que quando não é um QB que ganha o prêmio de melhor jogador ofensivo do ano, é quase certo que o vencedor é um running back. Em 2020, Cook tem sido uma arma essencial no ataque dos Vikings, e inclusive levou o troféu de melhor jogador do mês de novembro na NFC. Neste ano ele tem 251 corridas, 1250 jardas terrestres (o que dá 5 jardas de média por tentativa), 315 jardas recebidas, 14 touchdowns (um deles aéreo) e 4 fumbles sofridos. Um dado interessante é que Cook já teve cinco jogos com mais de 100 jardas pelo chão e, contra os Lions, ele conseguiu quebrar a marca das 200 jardas terrestres.

Menções honrosas: Alvin Kamara, Russell Wilson e Davante Adams certamente merecem ganhar alguns votos de melhor jogador ofensivo. Nos casos de Kamara e Wilson, a temporada começou de forma excelente, mas eles diminuíram de produtividade na segunda metade do ano. Já Adams perdeu 2 jogos com lesão e, como Rodgers é o melhor atleta no ataque dos Packers, fica difícil dar o prêmio ao WR.

MELHORES NOVATOS DO ANO

Crédito foto: Chris Graythen/Getty Images

Entre os defensores novatos, quatro nomes estão na disputa para o Defensive Rookie of the Year: Chase Young, Jeremy Chinn, Julian Blackmon e Antoine Winfield Jr. A corrida ainda está em aberto, pois nenhum deles chegou e teve um impacto imediato na liga, como havia acontecido nos anos anteriores com jogadores como Nick Bosa, Marshon Lattimore ou Luke Kuechly, por exemplo. No entanto, apesar das lesões, Young parece ser o favorito a vencer o prêmio, com 4,5 sacks, 29 tackles e 2 fumbles forçados.

Já a corrida para o melhor novato no ataque está bem intensa, principalmente entre Justin Jefferson e Justin Herbert, afinal Joe Burrow se machucou e Antonio Gibson só começou a jogar bem na segunda metade da temporada. Apesar de ultrapassar as mil jardas recebidas e ter 7 touchdowns, será complicado para Jefferson tirar o título de melhor calouro ofensivo de Herbert. Mesmo estando em um time com apenas 3 vitórias, o QB é o futuro dos Chargers e as derrotas não foram sua culpa. Em 2020, ele já tem mais de 3200 jardas lançadas, 26 touchdowns (3 deles corridos) e 9 interceptações e 6 fumbles sofridos (o que é bom para um rookie).