Atuação de gala contra o São Paulo rende nota máxima para Yuri Alberto em plataforma de estatísticas

A grande performance do atacante colorado lhe deu o título de pioneiro no quesito nota 10 entre os jogadores do Campeonato Brasileiro

Diego Ribeiro
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/SC Internacional

A brilhante apresentação do Internacional na noite de ontem, quarta-feira (20), segue dando o que falar. Após aplicar um histórico 5 a 1 no São Paulo, então líder do Brasileirão, no Morumbi, um dos comandados de Abel Braga fez bonito também fora de campo. Yuri Alberto, que teve atuação de gala na capital paulista, recebeu a nota máxima do “SofaScore Brazil”, site e aplicativo especializados em estatísticas esportivas.

Não é pra menos, afinal o atacante de apenas 19 anos obteve números excelentes no duelo. Foram eles: hat-trick (três gols marcados), uma assistência, dois passes decisivos, duas grandes chances criadas, 11/14 passes certos e duas faltas sofridas. Tais estatísticas renderam ao camisa 11 do Inter a nota perfeita: o 10.

Cabe dizer que o ex-santista foi o primeiro dentro do Campeonato Brasileiro a alcançar o feito na plataforma “SofaScore”. Antes dele, o que mais se aproximou da nota máxima acabou sendo Marcos Paulo, do Fluminense. Com a ótima atuação diante do Athletico-PR, em 5 de dezembro de 2020, o também atacante alcançou 9.8.

Naquela oportunidade, o atleta revelado nas categorias de base do Fluminense só faltou fazer chover no Maracanã. Com dois tentos anotados, uma assistência, sete chutes (sendo quatro no gol), 4/4 dribles certos, cinco passes decisivos e uma grande chance criada, Marcos Paulo beirou a perfeição.

Aliás, nesse dia o jovem que também possui 19 anos recebeu nota 10 no decorrer do confronto. Mas após revisão realizada depois do término da partida a nota diminuiu dois décimos.

De igual modo, o jogo “perfeito” de Yuri Alberto quase foi igualado por outro brasileiro. Nesta noite de quarta-feira, enquanto Yuri bagunçava a defesa Tricolor, Claudinho, do Bragantino, enlouquecia a zaga do Vasco. O camisa 10 do Massa Bruta deu um passe pra gol e anotou outros dois. No entanto, recebeu “apenas” 9.6.