Comentarista diz que Palmeiras não é favorito na final da Libertadores: “Nem se fossem dois jogos”

Fábio Sormani ainda afirmou que, independente de quem vença a final, Cuca é o melhor treinador da temporada

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Cesar Greco/ SE Palmeiras

No próximo sábado (30), às 17h00, Palmeiras e Santos se enfrentam em jogo único pela decisão da Copa Libertadores da América, em clássico que será disputado no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. O Peixe busca o quarto título da competição, enquanto o Verdão vai atrás de seu segundo troféu.

Apesar de ter feito a melhor campanha no torneio sul-americano, estar entre os seis melhores colocados do Campeonato Brasileiro e também nas finais da Copa do Brasil diante do Grêmio, Fábio Sormani, comentarista dos canais ESPN, acredita que o Verdão “não possui vantagem nenhuma” na decisão contra o Santos.

“Eu acho que o Palmeiras não tem vantagem nenhuma na final da Libertadores. Pelo fato de ser um jogo único, é 50% para cada lado. Se fosse uma melhor de cinco, eu colocaria o Palmeiras como favorito. Quem ganhar três, leva. Nem em melhor de dois jogos eu colocaria o Palmeiras como favorito”, afirmou Sormani.

_____________________________________

SporTV e Premiere: confira quais jogos desta semana serão transmitidos AO VIVO

_____________________________________

O jornalista citou exemplos de equipes inferiores tecnicamente que venceram adversários mais fortes em finais, argumentando que “tudo é possível” em partidas decisivas eliminatórias e ressaltou que Cuca faz o melhor trabalho como treinador na atual temporada do futebol brasileiro.

Fábio Sormani, comentarista dos canais ESPN (Foto: Reprodução)

Fábio Sormani, comentarista dos canais ESPN (Foto: Reprodução)

“Em duas partidas, de ida e volta, não há favoritismo. Qualquer coisa pode acontecer em um jogo único. Quantas vezes não vimos um time inferior superar um superior? O Paulista de Jundiaí que venceu o Fluminense, o Santo André que ganhou do Flamengo”, disse. E completou:

“Independente do que aconteça e quem vença a final, o Cuca é o melhor técnico dessa temporada. O que ele fez com o Santos é um negócio impressionante (…) Que trabalho que o Cuca está fazendo. Ele mexe no time, ele se vira com o que tem (…) O Cuca foi inclusive o ‘presidente’ do Santos no segundo semestre, foi técnico, foi ‘psicólogo’, foi ‘médico’, foi preparador-físico, foi tudo. Ele moldou esse time do Santos que está na final”.

Ex-jogador do Santos, Cuca está em sua terceira passagem pelo clube como treinador e nessa temporada comandou a equipe em 36 partidas, sendo 15 vitórias, 11 empates e dez derrotas, com mais de 50% de aproveitamento. No sábado (30), pode ser campeão da Copa Libertadores pela segunda vez em sua carreira, já que conquistou o título sul-americano em 2013 com o Atlético-MG.