Flamengo defende Rogério Ceni e nega problemas internos com o elenco

Clube rubro-negro divulgou nota oficial desmentindo divisões problemáticas dentro do grupo de jogadores. Marcos Braz defende permanência de Ceni no Flamengo

Rafael Brayan
Apaixonado pelo estudo do esporte mais praticado no mundo.

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo vive momento conturbado e a queda do treinador Rogério Ceni é cogitada entre os diretores. Com o segundo pior aproveitamento na década no clube rubro-negro, o trabalho do comandante divide opinião entre os mandatários da equipe carioca.

Em curta resposta ao blog do jornalista Paulo Vinicius Coelho, no ge, Marcos Braz afirmou que defende a permanência de Rogério Ceni no comando do Flamengo. “Estou com o Rogério até o fim. Ele pode saltar do avião sem paraquedas que salto atrás e ofereço a proteção”, diz.

Com quatro vitórias, quatro derrotas e quatro empates em 12 jogos, o Flamengo de Rogério Ceni tem apenas o segundo pior aproveitamento entre os comandante nos últimos 10 anos do clube carioca. O primeiro é o de Ney Franco, em 7 jogos, em 2014, com três empates e quatro derrotas.

PROBLEMAS INTERNOS NO ELENCO É DESMENTIDO PELO FLAMENGO

Depois de Marcos Braz defender Rogério Ceni no comando, o Flamengo divulgou uma nota oficial desmentindo possíveis problemas do grupo de jogadores. O lateral titular Filipe Luís aproveitou para pedir e aponta que “existem pessoas que só querem mal do clube”.

Uma publicação de uma matéria do jornal ‘O Dia’ afirmava que Rogério Ceni ouvia apenas jogadores experientes do elenco, ficando conhecido como a “geração 85′, fazendo alusão a jogadores nascido na época de 1985, como Filipe Luís e Diego Ribas.

“Importante ressaltar que qualquer grupo tem diversas lideranças por questões de afinidade, como em outro ambiente coletivo. Nunca é demais lembrar que o elenco se conhece e se entende perfeitamente. Todos os atletas são ouvidos. O treinador conversa com os jogadores e usa a arquibancada feita no CT para debater as mais variadas questões antes ou após os treinamentos. O diálogo faz parte de um ambiente de trabalho saudável. É assim em qualquer setor profissional fora do futebol.”

No fim da nota oficial, o Flamengo afirma que “todos os processos são analisados diariamente e colocados em prática para que o futebol do Mais Querido siga sempre o caminho das conquistas que marcam a nossa história”.